Publicidade

 

 
 31/07/2020    07:19hs

Apito final! Temporada marca fim de carreira para árbitros portugueses

Internacionais Carlos Xistra (46) e Jorge Sousa (45) encerram carreira por atingirem limite de idade

Carlos Xistra - Crédito: Diário Digital Castelo Branco
Publicidade

A temporada 2019/2020 do futebol português, que teve o FC Porto como grande campeão, marcou o fim de carreira para dois dos mais importantes árbitros da arbitragem portuguesa. Carlos Xistra, 46 anos e Jorge Sousa 45 (Em Portugal o árbitro é obrigado encerrar a carreira ao completar 45 anos de idade).

Xistra

Carlos Xistra, encerrou a carreira com lágrimas na partida entre FC Porto e Moreirense, disputada no dia 20 de julho, válida pela 33ª e penúltima rodada da I Liga portuguesa 2019-2020. O confronto, que foi disputado no lendário Estádio do Dragão, na cidade do Porto, terminou com vitória da equipe mandante por 6 a 1.

Ao encerrar a partida, Carlos Xistra tirou a camisa mostrando outra por baixo com uma mensagem: 'Obrigada família e amigos'.

“Muita nostalgia e sensação de dever cumprido. Dei sempre o meu melhor. Nem sempre acertei, queria acertar mais vezes, mas nós, os árbitros, não somos tão protegidos como deveríamos. Levo da arbitragem uma escola de vida. Faço um apelo aos jovens que, por um motivo ou outro não consigam vingar como jogador, que venham para a arbitragem" – afirmou Xistra ao SportTV e acrescentou:

"É importante que as pessoas que são céticas relativamente à arbitragem percebam que nenhum árbitro é masoquista para querer ser notícia porque errou. Ficamos frustrados quando erramos em situações que têm impacto no resultado. Queremos ser melhores, melhorar o futebol português".

Carlos Xistra destacou ainda "a marca bonita dos 20 anos na I Liga".

"Os melhores momentos são os que nos marcam positivamente. As finais, os grandes jogos. Felizmente, tive alguns" - assinalou, sem abrir o jogo quanto ao próximo desafio:

"O futuro a Deus pertence. Não há nada certo".

Carlos Xistra chora ao dar adeus à arbitragem aos 46 anos Crédito: Lusa

Xistra, visivelmente emocionado, com muitas lágrimas no rosto, foi cumprimentado e abraçado por vários jogadores de ambas as equipes, trazendo ainda mais emoção ao momento que pos fim na carreira do árbitro.

"Aquelas lágrimas são por quem me ajudou, nestes 28 anos. Os que estão aqui e os que já partiram" – explicou Xistra mais tarde.

Carlos Miguel Taborda Xistra nasceu em Covilhã, no dia 2 de janeiro de 1974.

O árbitro de 46, retirou-se da arbitragem por ter atingido a idade máxima (já o tinha atingido idade no ano passado, mas o Conselho de Arbitragem convidou-o a continuar mais uma temporada), tendo dirigido, em 28 temporadas, cerca de 950 partidas, 267 deles na I Liga, onde fez sua estréia em 2000. Entre 2008 e 2019 pertenceu ao quadro internacional da FIFA.

Sousa

Outro que também encerrou a carreira nesta temporada foi Jorge Sousa. O árbitro portuense também atingiu o limite de idade máxima para um árbitro em portugual e atuou pela ultima vez na partida em que o Sporting de Braga venceu o FC Porto por 2 a 1, no sábado (25), em confronto válido pela 34ª e última rodada do futebol português temporada 2019/2020.

Jorge Sousa - Crédito Getty Images

Jorge Sousa despede-se de uma carreira de 27 temporadas, sendo que, segundo estatísticas de Portal o Jogo, durante este período dirigiu cerca de 1100 jogos.

O árbitro portuense iniciou a carreira em 1993, nas categorias de base da AF Porto e chegou à elite em 2001. Em 2006 recebeu as insígnias da FIFA e tornou-se internacional. Apitou 236 jogos na I Liga, sendo promovido ao quadro  internacional da FIFA em 2006 tendo tido como pontos altos da carreira as duas finais da Taça de Portugal que dirigiu.

"Depois de 27 anos, 19 deles nas competições profissionais, digo que é o momento certo para terminar. Esta temporada foi boa, foram muitos jogos exigentes, com grau de dificuldade elevado, e acabo o campeonato com a consciência de que fiz uma boa temporada" - disse em declarações à Sport TV, assumindo que a decisão de abandonar a arbitragem foi muito pensada.

Manuel Jorge Neves Moreira Sousa, nasceu na cidade do Porto, em 18 de Junho de 1975. Empresário, iniciou a carreira em 1993 chegando à principal divisão em 2001 sendo promovido ao quadro da FIFA em 2006. Jorge Sousa foi eleito já por seis vezes o melhor árbitro de futebol em Portugal.

Apitonacional, compromisso só com a verdade!

Publicidade

 

Copyright © 2009     -     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados