Publicidade

 

 
 09/03/2019    00:21hs

Ex-árbitro encerra carreira e faz desabafo  sobre bastidores da arbitragem pernambucana

Vanderley do Nascimento Pereira expôs motivos que o fizeram trocar carreira de árbitro pela de youtuber

Vanderley do Nascimento estava no quadro da FPF desde 2009 - Crédito: Reprodução / Instagram
Publicidade

O ex-árbitro pernambucano Vanderley do Nascimento Pereira, de 33 anos, causou alvoroço no futebol estadual ao fazer um desabafo e algumas acusações a lideranças da antiga classe profissional e da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Logo após atuar como quarto árbitro em Náutico 2x1 Sampaio Corrêa, na última quinta-feira (7/3), pela quinta rodada da Copa do Nordeste, ele publicou texto na rede social instagram expondo os motivos pelos quais trocou a carreira de juiz de futebol pela de youtuber - com o canal Dellas_atrevido. Um possível jogo de interesses na Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF-PE) seria a principal razão.

Delley, como também é conhecido, queixou-se de ser escalado para atuar apenas um jogo por ano. Ele estava na profissão desde 2009. “O que os árbitros antigos não entendem são insistências com os que erram tanto e constantemente. Exemplo: Gleydson Leite (presidente do Sindicato de Árbitros de Futebol do Estado de Pernambuco). Todo ano comete erros graves e é repetido nas escalas. Ano passado, ninguém esquece do penal não marcado para o Central no Arruda, beneficiando o Santa Cruz. Existem outros árbitros, todo ano cometem erros graves e são repetidos (dizem que é porque têm gordura. Como gordura, se outros não têm oportunidades? Por que será?”, questionou.

Em outro trecho, Vanderley critica um possível favorecimento de Luís Cláudio Sobral, irmão do presidente da CEAF-PE, Emerson Sobral, nas escalas de jogos. “O melhor árbitro no Estadual é Diego Fernando de Lima. Espero que ele pegue grandes jogos e se for bem, será merecedor de um jogo da final, mas talvez ele não esteja dentro da política da CEAF, mas está indo bem, tem que deixar, porque o que eles desejavam, não foi bem e errou novamente: Luís Cláudio Sobral. Se não apitar a final, porque Deus não quer, porque com seu irmão à frente da comissão, quem não faria pelo irmão? É normal”, ironizou.

O youtuber também não poupou críticas ao diretor de competições da FPF, Murilo Falcão. Chamou atenção para a remuneração do dirigente, que seria superior a dos árbitros, e para a sua conduta de tentar interferir nas partidas. “Ano passado, no jogo do Campeonato Brasileiro da Série C, Santa Cruz x Juazeirense, onde o técnico Roberto Fernandes foi expulso, o mesmo pediu a minha pessoa, para falar com o árbitro que aliviasse, para o treinador não pegar punição rigorosa”, revelou.

Vanderley ainda acusou a FPF de remunerar os árbitros do quadro estadual abaixo da inflação, de ceder às pressões dos clubes da capital e de não oferecer estrutura adequada de trabalho aos profissionais.

OUTRO LADO

Apesar de serem citados pelo ex-árbitro Vanderley do Nascimento Pereira, o presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (CEAF-PE), Emerson Sobral, e o diretor de competições da FPF, Murilo Falcão, não quiseram se posicionar. “Não tomei ciência desse fato. É um assunto que tem que ser tratado em uma comissão interna”, limitou-se a dizer Murilo Falcão. Emerson Sobral atendeu a ligação do JC, mas não quis repercutir as declarações do agora youtuber.
Já o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, rebateu a crítica sobre a má remuneração da arbitragem estadual. “Só São Paulo e Rio pagam mais que Pernambuco. Nenhum estado do Nordeste se relaciona com Pernambuco porque não consegue pagar as taxas de arbitragem”, garantiu.

Vanderley se despediu da carreira de juiz de futebol na madrugada da última quinta, depois de atuar como quarto árbitro em Náutico 2x1 Sampaio Corrêa, pela Copa NE. O ex-árbitro chegou a ser procurado por Emerson Sobral no vestiário dos Aflitos, instantes depois de divulgar o texto no qual expôs a sua versão de parte dos bastidores do futebol estadual. De acordo com ele, o presidente da CEAF-PE estava bastante abalado e chateado com a situação.

As informações são do JC online

Siga o Apitonacional nas redes sociais

Facebook.com/apitonacional

Twitter.com/apitonacional

Instagram/

Apitonacional, compromisso só com a verdade!

Publicidade

 

Copyright © 2009     -     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados