Publicidade

 

 
 22/09/2017    14:38hs

Romário sonha ver Marco Polo Del Nero atrás das grades

Senador lançou livro sobre corrupção na CBF na quinta-feira (22), em São Paulo

Romário nunca escondeu ser um dos grandes críticos da corrupção na CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Na noite de quinta-feira (21), o senador uniu o repertório de anos de investigação e lançou o livro “Um olho na bola, outro no cartola — O crime organizado no futebol brasileiro”, na Livraria Cultura, em São Paulo.

Durante o evento, o Baixinho não economizou críticas ao atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

Publicidade

"Gostaria de ter a certeza de que o Marco Polo já estará preso durante a Copa. Mas fico na vontade. Quem entende de futebol sabe que a era Del Nero já acabou faz tempo, ele já fez tudo de ruim, não tem mais o que ser feito. Ricardo Teixeira também precisa ser punido o mais rápido possível", desabafou Romário.

Se Del Nero continuar no comando da Confederação, o Brasil não terá seu presidente presente na Copa do Mundo da Rússia, já que o dirigente não pode sair do País por problemas com a Justiça americana. Para Romário, a melhor forma de evitar isso é tirá-lo do cargo, e é por essa razão que os torcedores brasileiros devem protestar:

"O futebol é o esporte mais amado do País, a gente tem que continuar vibrando com a seleção e protestando para que a Polícia Federal e o Ministério Público prendam logo o atual presidente" – frisou o baixinho.

 

Apesar dos problemas escancarados na instituição, o ex-jogador não teve medo de elogiar o elenco de Tite:

"Gabriel Jesus e Neymar formam uma grande dupla, uma dupla da qual o mundo pode esperar muitos gols. Eles não são mais promessas, já se concretizaram. Se dão muito bem fora e dentro de campo. Tenho certeza de que é dessa dupla que temos que esperar o próximo título mundial" – disse o ex-atacante.

Romário aproveitou para dar um pitaco no árbitro de vídeo, que nunca teve tanto destaque como na última semana, após o gol de mão marcado por Jô, do Corinthians, no jogo contra o Vasco, que aconteceu no domingo (17).

"Se o árbitro de vídeo for uma ação que vai melhorar o nosso futebol, eu sou a favor. As coisas se modernizam, por que não no

Em livro, Romário fala sobre detalhes da corrupção na CB

futebol? Mas não pode ser agora, é preciso que a CBF realize um estudo antes de instaurar o VAR — e infelizmente, a instituição tem outras prioridades agora. A do presidente, por exemplo, é continuar roubando" -  pontuou o Senador.

No lançamento, Romário assumiu, pela primeira vez, a vontade de se candidatar à presidência da CBF.

“A vontade vem com o objetivo de trocar e mudar tudo que existe e já existiu na estrutura da CBF”, disse. “Com a estrutura que existe, com as pessoas que fazem parte da CBF, duvido que alguém consiga mudar tudo de errado que tem lá dentro” – encerrou o ex-jogador.

Estrutura da CBF

Atual mandatário do futebol brasileiro, Marco Polo Del Nero substituiu José Maria Marin em abril de 2015 — quando esse foi preso por supostamente estar envolvido em um esquema de corrupção na FIFA, além de receber propina em negociações de direitos de TV. Depois de 160 dias detido na Suíça, Marin foi transferido para prisão domiciliar, em Nova York, nos Estados Unidos. O início do julgamento do cartola está marcado para novembro deste ano.

Del Nero assumiu e deve cumprir o mandato até 2019, podendo se candidatar à eleição. Esse novo compromisso iria até 2023, quando ainda estaria apto a disputar a reeleição. Ao todo então, ficaria por quase 12 anos à frente da CBF. O dirigente, no entanto, foi indiciado em dezembro de 2015 pelo FBI. Ele é acusado de ser um dos beneficiários de um esquema de venda de direitos de transmissão. Sendo assim, corre o risco de ser preso se deixar o País. Del Nero não acompanha a seleção brasileira em viagens internacionais.

O R7 procurou a CBF em busca de esclarecimentos do presidente Marco Polo Del Nero sobre as alegações de Romário, mas ainda não obteve resposta.

Fonte: R7

Apitonacional, compromisso só com a verdade!

 

Publicidade

 

Copyright © 2009     -     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados