Publicidade

 

 
 28/11/2017    22:07hs

Argentina: cinco dos tripulantes de submarino desaparecido são árbitros

Homens desaparecidos partilhavam a paixão pela arbitragem e pela marinha

Publicidade

O mundo tem acompanhado com grande apreensão as noticias sobre o desaparecimento do submarino argentino ARA San Juan, que está desaparecido há 14 dias. Dos 44 tripulantes a bordo, cinco são árbitros de futebol na cidade de Mar da Prata, segundo afirmou Hugo Rojas, representante do sindicato de árbitros local.

Roberto Medina, Jorge Ortiz, Sergio Cuéllar, Celso Vallejos e Víctor Coronel são os cinco tripulantes que são árbitros em diferentes categorias na cidade, para além das funções que desempenham na Marinha argentina.

O representante do sindicato dos árbitros do Mar da Prata, onde o submarino tem a sua base, afirmou, em declarações à televisão TN, que tem esperança de que o submarino seja encontrado, com os tripulantes com vida, razão que o leva a afirmar que "não pensa em suspender nenhuma atividade esportiva".

Hugo Rojas, que também fez parte da tripulação de um submarino, refere que partilhava com os cinco tripulantes duas paixões: a arbitragem e a Marinha.

Com 44 tripulantes a bordo, o submersível informou sobre a sua localização e comunicou, pela última vez, com a sua base no Mar da Prata, há 12 dias, e, segundo a investigação, poucas horas depois ocorreu uma "explosão", que até agora não se confirmou se ocorreu no submarino.

As buscas ainda não deram qualquer resultado, apesar de estarem a mobilizar meios aéreos, navais e logísticos de 13 países.

Apitonacional, compromisso só com a verdade!

 

Publicidade

 

Copyright © 2009     -     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados