Publicidade

 

 
    São Paulo - 04/08/2021    07:32hs

Premier League muda critérios do VAR para evitar anulação de gols por infrações milimétricas

As linhas que indicam se um jogador esta em posição irregular serão mais grossas para evitar a anulação de gols com margens muito pequenas

 Nesta temporada, unhas dos pés e nariz dos jogadores não serão considerados motivos para impedimentos
Publicidade

A Premier League anunciou nesta terça (3) uma mudança no uso das linhas de impedimentos do VAR (árbitro de vídeo) para evitar a anulação de gols por infrações milimétricas. Segundo o chefe de arbitragem da competição, Mike Riley, as linhas que indicam se um jogador estava em posição irregular serão mais grossas para evitar a anulação de gols por impedimentos com margens muito pequenas.

Caso os traços que indicam as posições do atacante e do defensor se confundam, o ataque será validado, seguindo o conceito de "mesma linha".

"Efetivamente, o que devolvemos ao jogo são 20 gols anulados na última temporada por meio de um escrutínio bastante forense. São as unhas dos pés, o nariz dos jogadores que estavam impedidos. Nesta temporada, eles estarão em posição legal" - afirmou Riley.

A regra já entra em vigor a partir da próxima temporada, que começa no dia 13, com a partida entre Brentford e Arsenal. No domingo (15), o atual campeão Manchester City estréia contra o Tottenham.

O chefe de arbitragem informou ainda que os árbitros terão uma nova orientação para avaliar lances para a marcação de pênaltis. Neste caso, o objetivo é evitar penalidades duvidosas, em lances nos quais os atacantes possam ter forçado o contato com os defensores em busca das faltas.

Mike Riley, chefe de arbitragem da Premier League

 Publicidade

"Os árbitros procurarão o contato e estabelecerão um contato claro, então se perguntarão: esse contato tem uma conseqüência? O jogador usou esse contato para realmente tentar ganhar um pênalti? Portanto, não é só dizer: ‘Sim, há contato’ e marcar o pênalti" - explicou o dirigente.

A decisão foi tomada depois de uma temporada em que 125 pênaltis foram marcados na última edição da Premier League, um número que a comissão de arbitragem do campeonato considera alto.

 Publicidade

Ainda de acordo com Riley, as mudanças tiveram o aval dos atletas que atuam no futebol inglês.

"O retorno que recebemos dos jogadores, tanto dos atacantes quanto dos defensores, foi de que todos querem que a marcação de pênaltis se dê somente quando ocorrerem faltas de verdade."

 

Siga o Apitonacional nas redes sociais

Facebook.com/apitonacional

Twitter.com/apitonacional

Instagram/

 

Apitonacional, compromisso só com a verdade!

 

 

 

 

 

 
Publicidade

Copyright © 2009     -     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados