Rapidinhas do Apito

 

 

 

 
Árbitros europeus pela na Copa América
 

22/04/2021 - A Copa América, o torneio de seleções de futebol mais antigo do mundo, que será  será disputada nos meses de junho e julho deste ano, contará com a presença de árbitros europeus pela primeira vez em sua história. A iniciativa é parte de um acordo entre a Conmebol e a UEFA que terá um trio sul-americano na Eurocopa.

O árbitro espanhol Jesús Gil Manzano encabeça a lista que é completada pelos seus compatriotas Diego Barbero Sevilla e Ángel Nevado Rodríguez, como assistentes. Os três fazem parte de um elenco de 14 árbitros principais e 22 assistentes que estarão na Copa América organizada conjuntamente por Argentina e Colômbia, que será disputada entre 13 de junho e 10 de julho. Por outro lado, o árbitro argentino Fernando Rapallini e seus assistentes Juan Pablo Bellatti e Diego Bonfa farão parte da equipe de arbitragem que apitará na Eurocopa, marcada para ocorrer de 11 de junho a 11 de julho.

A colaboração entre as duas organizações em questões de arbitragem faz parte do memorando de entendimento assinado em fevereiro de 2020. O documento também propõe o trabalho conjunto em outras áreas importantes, como o desenvolvimento do futebol feminino e nas categorias juvenil e de treinamento, assim como a segurança e a promoção dos princípios éticos e da boa governança no futebol.

 
Edina Alves convocada para Jogos de Tóquio
 

22/04/2021 - A FIFA oficializou na ultima quarta-feira (21), a lista dos árbitros que atuarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiado por conta da pandemia do Covid-19 e previstos para próximo mês de julho. O nome de Edina Alves Batista foi o único do Brasil entre os 25 árbitros de campo escolhidos. Além dela, a arbitragem brasileira será representada pela assistente Neuza Inês Back e Wagner Reway, convocado para atuar na função de VAR.

O Comitê de Arbitragem da FIFA divulgou o nome dos 99 árbitros (25 de campo, 50 assistentes, 20 árbitros de vídeo e quatro de apoio), de 51 países, que vão trabalhar na Olimpíada. O trio brasileiro poderá estar presente tanto nos jogos masculinos quanto femininos.

O torneio feminino começa em 21 de julho, dois dias antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos e termina em 6 de agosto no estádio Olímpico de Tóquio. A competição masculina começa no dia 22 de julho e termina em 7 de agosto no estádio Internacional de Yokohama, que foi palco da final da Copa do Mundo de 2002.

A Fifa vai usar, pela primeira vez em uma Olimpíada, o VAR. Essa tecnologia, usada pela primeira vez em 2017, analisa as decisões tomadas pelo árbitro principal com a utilização de imagens de vídeo e de uns auscultadores para a comunicação.
22/01/2021 - A Fifa oficializou na ultima quarta-feira (21), a lista dos árbitros que atuarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiado por conta da pandemia do Covid-19 e previstos para próximo mês de julho. O nome de Edina Alves Batista foi o único do Brasil entre os 25 árbitros de campo escolhidos. Além dela, a arbitragem brasileira será representada pela assistente Neuza Inês Back e Wagner Reway, convocado para atuar na função de VAR.

O Comitê de Arbitragem da FIFA divulgou o nome dos 99 árbitros (25 de campo, 50 assistentes, 20 árbitros de vídeo e quatro de apoio), de 51 países, que vão trabalhar na Olimpíada. O trio brasileiro poderá estar presente tanto nos jogos masculinos quanto femininos.

O torneio feminino começa em 21 de julho, dois dias antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos e termina em 6 de agosto no estádio Olímpico de Tóquio. A competição masculina começa no dia 22 de julho e termina em 7 de agosto no estádio Internacional de Yokohama, que foi palco da final da Copa do Mundo de 2002.

A Fifa vai usar, pela primeira vez em uma Olimpíada, o VAR. Essa tecnologia, usada pela primeira vez em 2017, analisa as decisões tomadas pelo árbitro principal com a utilização de imagens de vídeo e de uns auscultadores para a comunicação.

Publicidade

 
Renata Leite torna-se instrutora FIFA
 

07/01/2021 - Primeira e única mulher a atuar em um Mundial de Futsal da FIFA (Tailândia - 2012), ano em que foi considerada a segunda melhor árbitra do mundo, a paraibana Renata Neves Leite, ex-árbitra internacional de futsal (2007 a 2017) agora é Instrutora de Arbitragem FIFA/Conmebol.

Estudiosa, dedicada, com um carisma e dedicação extrema ao seu próximo, Renata não cansa de evoluir em suas ações! Ela também é árbitra formada em futebol e beach soccer, ambas modalidades por entidades de cada categoria na Paraíba. Em um ano muito importante para o futsal brasileiro, que vai retornar à CBF, o país também avança em questões relativas à outras áreas, mostrando coerência e profissionalismo, ao invés da velha política do toma lá dá cá!

Renata Neves Leite tem 44 anos (14/05/1976), é natural de Monteiro/PB (terra de esperanças), onde trabalhou na Prefeitura Municipal e no Banco do Brasil.

Da redação: Renata é cotada e já teria sido contatada para assumir a comissão de arbitragem do futsal quando este for incorporado definitivamente pela CBF.

 
 

Fechar

Publicidade

Copyright © 2009     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados

Publicidade