Rapidinhas do Apito

 

 

 

 
Balança Coronel
 

07/12/2015 - O assédio moral e sexual praticado por um membro da comissão de arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF), revelado por uma árbitra na semana passada, causou a demissão do suposto assediador por ordem expressa do presidente da entidade. Mas a degola parece que não vai parar por aí. Segundo fontes dentro da FPF, o presidente Reinaldo Carneiro Bastos, também tem intenção de trocar seu chefe da arbitragem, Marcos Cabral Marinho, e o motivo seria a forte ligação do coronel com seu ex-braço direito Arthur Alves Junior, o suposto assediador segundo diz a árbitra em seu depoimento.

A possibilidade da reformulação no departamento é quase dada como certa, basta surgir algum indicio que comprove que Marinho abafou o caso em 2009 para proteger seu aliado. Tanto é que até mesmo dois possíveis substitutos já teriam sido convidados, só não aceitando ainda devido aos bons empregos de ambos nas emissoras de TV onde atuam como comentaristas de arbitragem.

Desde que foi demitido na semana passada, Arthur tenta se pegar qualquer corda que o tire da areia movediça e aposta tudo na forte ligação que tem com Marinho, chegando inclusive a falar em tom de ameaça para quem quisesse ouvir nos testes físicos realizados também na semana passada em Jundiaí que tem apoio total do coronel dando a entender que pode punir qualquer um mesmo não estando mais ligado a FPF. As ameaças continuaram na festa de final de ano da categoria ocorrida no ultimo domingo (06) coincidentemente no clube que o coronel é um dos diretores. Será verdade? Mito ou apenas Bravatas!

Publicidade

 
FIFA investiga Del Nero
 

03/12/2015 - A Câmara de Investigação do Comitê de Ética da FIFA abriu investigação sobre o possível envolvimento do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, em diversas infrações ao Código de Ética da entidade. O porta-voz da Câmara de Investigação anunciou que o procedimento formal foi aberto no dia 23 de novembro.

Caso sejam comprovadas infrações, Del Nero pode ter de deixar a presidência da CBF. O mesmo aconteceu com o ex-secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o ex-presidente da Uefa, Michel Platini - os três estão banidos provisoriamente de qualquer atividade relacionada ao futebol, por conta de uma suspensão de 90 dias, que pode ser estendida por mais 45 dias.

Del Nero está entre os co-conspiradores investigados pelas autoridades americanas, sob suspeita de também ter recebido propinas.

 
Vetados
 

01/12/2015 - O regulamento da próxima Copa Libertadores veta árbitros da mesma nacionalidade em jogos de times do mesmo país.

Até 2015, a Conmebol escalava, por exemplo, árbitros brasileiros para trabalhar em duelos entre clubes do Brasil. Nos confrontos entre Corinthians e São Paulo, pela fase de grupos deste ano, foram escalados os árbitros Ricardo Marques Ribeiro, em Itaquera, e Sandro Meira Ricci, no Morumbi.

A exceção acontecia quando um time pedia, por escrito, que não fosse escalado um árbitro de seu país em confrontos regionais. Na última edição explodiram essas solicitações, o que fez a Conmebol criar o veto. A avaliação é que as reclamações são maiores quando há árbitros conhecidos dos jogadores em campo.

 
Ex CBF pode voltar para prisão
 

01/12/2015 - O ex-presidente da CBF José Maria Marin pode voltar para prisão, ele não conseguiu levantar o dinheiro para sua fiança. Numa carta aos juízes americanos, os advogados do ex-cartola indicaram que estão com "dificuldades" para reunir o volume de dinheiro solicitado pela Justiça.

Marin foi preso no dia 27 de maio, em Zurique, e indiciado por corrupção. O dirigente acabou sendo extraditado aos Estados Unidos no início de novembro e indicou que estaria disposto a pagar uma fiança de US$ 15 milhões para aguardar o julgamento em liberdade no seu apartamento na Trump Tower, em Nova York.

O juiz Raymond Dearie estipulou que o brasileiro pagasse US$ 1 milhão em dinheiro, outros US$ 2 milhões em papéis de garantias de bancos, além de ter seu apartamento confiscado. Tudo isso deveria estar depositado na administração americana no dia 6 de novembro.

Um dos principais problemas se refere a um pagamento de US$ 1 milhão que teria de entrar e não entrou na ultima segunda-feira na conta da Justiça americana.

 
Soltando as asinhas
 

27/11/2015 - O árbitro Diego Pombo (BA), aquele mesmo que teve dois vídeos seus se masturbando publicado supostamente por uma ex-namorada na internet, anda movimentando os bastidores da arbitragem baiana.

Pombo, vendo que sua carreira não evoluiu mais depois dos episódios, tem feito o que mais gosta de fazer, ou seja, pensando somente na sua carreira, tem procurado envolver outros colegas em assuntos que pode vir prejudicar os demais árbitro e consequentemente toda arbitragem baiana.

Se liga Pombo! Em breve maiores detalhes.

 
Agressões no Paraná
 

09/11/2015 - Este final de semana foi bem conturbado para alguns árbitros paranaenses. No sábado (07) , durante uma partida do futebol amador de Curitiba, o árbitro Selmo Pedro dos Anjos Neto foi agredido pelo atleta "BALÓI" da equipe URE Santa Quitéria na partida contra a equipe SE Renovicente. O zagueiro desferiu chutes e empurrões no apitador após ter sido expulso por agredir seu adversário com uma cotovelada.

No mesmo dia, durante o intervalo da partida de juvenis entre Trieste FC e Vila Fanny FC, Raphael D. da Silva, preparador físico da Vila Fanny, agrediu o árbitro Maykon Brito de Freitas com um soco no pescoço após ter sido excluído por reclamar de maneira agressiva contra a arbitragem.

Os agredidos providenciaram o Boletim de Ocorrência e o departamento jurídico da associação de árbitros foi acionado e atuará buscando que os agressores sejam severamente punidos.

A Associação Profissional dos Árbitros de Futebol (APAF/PR) repudiou as agressões.

"A APAF/PR vem através desta repudiar os atos de descontrole, covardia e irresponsabilidade sofridos pelos árbitros paranaenses no último final de semana por ocasião do Campeonato Amador de Curitiba. O árbitro de futebol, como bem sabemos, é a figura que preza para que as regras e comportamentos corretos prevaleçam nas partidas. Seu trabalho é pautado pelos estudos e preparações árduas a longo prazo. É inadmissível que, na atual conjuntura profissional, ainda tenhamos atos como os praticados contra estes profissionais" - diz a nota.

Justiça rápida
 

04/11/2015 - O árbitro Turco Cagatay Sahan e seus assistentes foram trancados no ultimo dia 28 de outubro no estádio Hüseyin Avni Aker sob ordem do presidente do time casa, Trabzonspor. Julgado pela Federação Turca de Futebol nesta quarta-feira (4), o cartola Ibrahim Ethem Haciosmanoglu pegou 280 dias de gancho.

Haciosmanoglu admitiu ter prendido o trio de arbitragem, que só deixou o estádio quando o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, interviu após quatro horas de reclusão. O presidente do Trabzonspor disse que temia pela segurança do dono do apito, que deixou de marcar um pênalti polêmico a favor do time da casa. O jogo terminou empatado em 2 a 2 com o Gaziantepspor, pelo Campeonato Turco.

A explanação não convenceu a Federação Turca, que além da suspensão a Haciosmanoglu também o multou em 150 mil liras (quase R$ 200 reais). O Trabzonspor ainda jogará duas partidas com os portões fechados.

Por fim, oito diretores do clube foram afastados de seus cargos, por períodos que variam entre um ano e 410 dias. As multas para cada um foi de R$ 265 mil a R$ 344 mil.

 
Novos árbitros no Maranhão
 

03/11/2015 - A Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol do Estado do Maranhão (CEAF-MA) realizará em São Luís, curso de arbitragem de Futebol. O curso que terá duração de seis meses será realizado sempre ás segundas e sexta-feira no horário das 19h ás 21h, no auditório da Federação Maranhense de Futebol (FMF).

O curso será ministrado por Marcelo Filho (Instrutor CBF), Nacor Benedito (Instrutor FMF) e Joyce Sales (Psicóloga/Instrutora CBF).

Os alunos interessados em participarem do curso, terão que pagar uma taxa de R$ 100. As inscrições poderão ser feitas na Sede da Federação Maranhense de Futebol (FMF), que fica localizada na Rua do Alecrim nº 415- Centro no Edifício Palácio dos Esportes.

Maiores informações poderão ser obtidas através dos telefones (98) 98803-3800 e 3231-4300.

 
Teste físico
 

30/10/2015 - Anteriormente pré-agendado para ocorrer no mês de janeiro na pista de atletismo do Ibirapuera em São Paulo, os testes físicos dos árbitros paulistas será agora realizado no final de novembro e inicio de dezembro em Jundiaí.

A informação foi repassada nesta sexta-feira (30) durante reunião de diretoria com associados ocorrida na sede do sindicato dos árbitros local (SAFESP) pelo presidente Arthur Alves Júnior – também membro da comissão de arbitragem da FPF. Segundo fontes próximas ao dirigente, a mudança na data, uma reivindicação da categoria, visa beneficiar os árbitros que terão assim a possibilidade curtir as festas de final de ano sem se preocuparem com os treinamentos pré testes.

Cerca de 580 árbitros e assistentes deverão fazer os testes. As atividades serão realizadas no Conjunto Poliesportivo Dr. Nicolino de Lucca (Bolão) em Jundiaí nos dias 28 de novembro e 01, 03 e 04 de dezembro nos seguintes horários: das 10h as 11:30hs – 15h as 16:30hs – 16:30h as 18hs – 18h as 19:30hs – 19:30h as 21hs e das 21h as 22:30hs.

 
Escudo a vista
 

28/10/2015 - O sul-mato-grossense Eduardo Gonçalves da Cruz, esta a um passo de conquistar o escudo FIFA, o mais cobiçado entre os homens de preto. Cruz foi convocado para participar do Curso Especial de Árbitros da Conmebol (Confederação Sul-americana de Futebol). O curso será realizado em Valledupar, na Colômbia, de 15 a 19 de novembro.

Esta é a segunda vez que Eduardo Gonçalves participa de Curso de aprimoramento. Por ter facilidade com o idioma inglês, o assistente recebeu no primeiro semestre deste ano, convite para participar de curso de aprimoramento da FIFA realizado na Suíça, oferecido pela UEFA (União Europeia de Futebol).

Eduardo Cruz tem 33 anos, é formado em engenharia civil e elétrica e quando não está na arbitragem, trabalha no ramo de estruturas metálicas.  Pertence ao quadro da FFMS (Federação Sul-mato-grossense de Futebol), formou-se árbitro em 2002, entrou para o quadro da CBF em 2009 e foi promovido aspirante FIFA no inicio deste ano.

 
Fim da era Amarilla?
 

23/10/2015 - Árbitro da final da Copa América de 2004 com participação na Copa do Mundo de 2006, o paraguaio Carlos Arecio Amarilla Demarqui, FIFA desde 1997 e um dos mais renomados homens do apito do futebol sul-americano, deixará de ser árbitro FIFA na próxima temporada. Ele estourará o limite de idade estabelecido, 45 anos. Carlos Amarilla, como é conhecido, colocou em dúvida sua continuidade na carreira para 2016: "Depois do dia 31 de dezembro veremos o que pode acontecer", disse à rádio 970 AM do Paraguai. A perda do "escudo FIFA" representa muito para um árbitro, que não pode mais apitar jogos de competições internacionais importantes, como a Copa América e Libertadores.

Amarilla foi suspenso, em junho, pela Federação Paraguaia de Futebol. Ele ficou proibido de apitar qualquer partida organizada pela entidade. O motivo foi um áudio revelado pelo programa de TV argentino "La Cornisa de TV América", onde levantaram-se suspeitas sobre a arbitragem de Amarilla, no jogo que classificou o Boca Juniors na Libertadores de 2013.

Pivô do polêmico duelo Corinthians 1 x 1 Boca Juniors, o paraguaio ressaltou que jamais participou de esquema de manipulação de resultado e que se abandonará o futebol, será com a consciência limpa: "Eu nunca, nunca, nunca arranjei uma partida", frisou Amarilla.

A investigação sobre suposto favorecimento ao clube argentino não avançou, e Amarilla foi recolocado nos jogos da Federação Paraguaia, mas apenas como quarto árbitro, pouco para quem tem o escudo da Fifa e era a principal árbitro do seu país até sua idoneidade ser colocada sob suspeitas.

 

 
Enfermo
 

22/10/2015 - Amigo de 10 em cada 10 árbitros do Rio de Janeiro e de outros tantos do país todo que vão trabalhar na cidade maravilhosa, o massoterapeuta (massagista) Fabinho Tote passa por um momento delicado de saúde e precisa dos amigos e de quem puder ajudar. Segundo informações de pessoas próximas ao massagista, ele esta internado em Caxias-RJ devido a problemas crônico no pâncreas que deve impossibilitá-lo de trabalhar por um bom tempo.

Fabinho que aumenta sua renda atuando como árbitro amador e fazendo massagens nos árbitros antes das partidas no Rio de Janeiro, vem recebendo ajuda de familiares e amigos que através de mutirão tentam ajudá-lo da melhor forma possível, mas como toda ajuda é bem vinda, quem tiver disposto a ajudar deve entrar em contato com familiares do mesmo.

 
Só falta Marin
 

19/10/2015 - Único dos sete dirigentes da Fifa ainda preso em Zurique, José Maria Marin deve ter seu futuro decidido dentro de dois a três dias quando a Suíça vai analisar a extradição do cartola para os Estados Unidos, onde foi iniciada a investigação sobre corrupção e pagamentos de propina dentro da entidade.

E isso deve custar muito caro para Marin. Isso porque ele poderá ter que pagar US$ 38 milhões (R$ 147 milhões) pelo acordo de extradição com a Justiça dos EUA. O dirigente ainda deve ter confiscado um apartamento que possui em Nova Iorque. Já em solo norte-americano, Marin pode fazer outro acordo com a Justiça do país. Ele poderia pagar US$ 10 milhões (cerca R$ 39 milhões) para ficar em liberdade condicional. De início, ele ficaria em prisão domiciliar.

Os outros seis dirigentes já tiveram extradição autorizada para os Estados Unidos. São eles: Jeffrey Webb, ex-presidente da Concacaf; Eduardo Li, ex-presidente da Federação da Costa Rica; Eugenio Figueredo, ex-presidente da Conmebol; Rafael Esquivel, ex-presidente da Federação Venezuelana; Costas Takkas, braço direito de Webb; e Julio Rocha, ex-presidente da Federação de Futebol da Nicarágua.

 
Dia D
 

21/09/2015 - Segundo publicado no site da ANAF - Associação Nacional dos Árbitros de Futebol - Árbitros de todo o Brasil estarão nesta terça-feira, dia 22, em Brasília, no Congresso Nacional, lutando pela derrubada do veto ao artigo da MP 671 que destina à categoria 0,5% das verbas dos contratos de televisão.

A análise de vetos presidenciais pelo Congresso está marcada para à partir das 19h, na Câmara dos Deputados. Na pauta, 32 vetos presidenciais a projetos aprovados pelo Legislativo, entre eles o veto 31 oriundo da Medida Provisória 671/2015, conhecida como MP do Futebol.

 
Board veta Video árbitro
 

17/09/2015 - Segundo o Blog Bastidores FC, a International Football Association Board (IFAB), organização da Fifa responsável pelas regras do futebol, não autorizou a CBF a utilizar vídeos para ajudar a arbitragem a resolver lances polêmicos nos jogos do Campeonato Brasileiro.

Contatado, Lukas Brud, secretário da International Board, enviou a seguinte mensagem ao blog: "Ontem à noite, uma carta foi enviada por nós para a CBF informando-os de que o uso de VA (vídeo-árbitro) atualmente não é permitido. Nós também informamos à CBF que novas discussões estão ocorrendo e que, se a International Board concordar em experimentos com VA no futuro a CBF será convidada a participar dos testes ao vivo".

 
Cai-cai
 

16/09/2015 - Depois de ter orientado os árbitros a dar cartão amarelo para quem reclama e para quem vai comemorar com a torcida, a comissão de arbitragem da CBF já tem novo alvo: o cai-cai.

O presidente da comissão, Sérgio Corrêa da Silva, declarou ao blog Bastidores FC que a próxima orientação será punir os jogadores que simularem pênaltis ou faltas. A intenção, diz Corrêa da Silva, é a mesma do cartão amarelo para quem reclama: aumentar o tempo de bola rolando.

 

 
Carequinha voltou
 

09/09/2015 - O árbitro FIFA Heber Roberto Lopes, paranaense que atua por Santa Catarina, que sofreu lesão na coxa esquerda durante os testes realizados no mês passado no Rio de Janeiro, realizou reteste na tarde da ultima terça-feira (08) em João Pessoa na Paraíba sendo aprovado com 24 tiros de 150 metros. A próxima escala será a de numero 300 na série A do Brasileiro na carreira de Heber Lopes. Quem também passou pela reavaliação e foi aprovado com 20 tiros foi o sergipano Cleriston Clay Barretos Rios, reprovado nos testes do Rio de Janeiro.

As atividades foram realizadas no complexo esportivo Vila Olímpica Parayba – local que oferece ótima estrutura para as atividades físicas - que fica localizada no Bairro dos Estados na capital paraibana. Participaram da reavaliação árbitros e assistentes que haviam sido reprovados em avaliações anteriores em diversos estados do Brasil.

As atividades foram comandadas pelo instrutor físico da CBF, Paulo Camello. Além de Heber e Cleriston participaram dos testes de reavaliação os seguintes árbitros: João Bosco Sátyro (PB), Claudionor dos Santos (SE) e Michael Vinicius Santos (SE); assistentes – Kilden Tadeu (PB) e Vinicius Melo de Lima (RN).

 
Tribunal do perdão!
 

09/09/2015 - Um acordo entre o departamento jurídico do Palmeiras e a Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF, isso mesmo, da CBF, pois o órgão trabalha conforme os interesses da entidade que o banca, reduziu a pena do atacante Dudu do Palmeiras. Punido pelo TJD da Federação Paulista de Futebol com 180 dias de suspensão pela expulsão na final do Paulistão entre Palmeiras e Santos por agressão ao árbitro Guilherme Ceretta de Lima, o atleta viu na noite desta terça-feira (08) sua pena ser reduzida para apenas seis partidas - como já cumpriu dois jogos antes de conseguir efeito suspensivo, ele ficará fora de outras quatro partidas.

Desde o primeiro julgamento, os palmeirenses vinham tentando, sem sucesso, desqualificar a denúncia de agressão de Dudu em Guilherme Ceretta para ato hostil. Em maio, ele foi julgado pelo TJD da Federação Paulista de Futebol e punido com 180 dias de suspensão. Em junho, na análise do recurso, a punição foi mantida pela entidade. No entanto, o clube paulista recorreu e conseguiu contar com o atleta por conta de dois efeitos suspensivos.

Além da ausência nos jogos, o atleta ainda precisará pagar R$ 50 mil à instituição 'Médicos Sem Fronteira'. Mais uma vergonhosa decisão deste tribunal de mentira, tribunal do perdão, da vergonha!

 
Padrão FIFA
 

01/09/2015 - Dos 200 jogos realizados até a 20 rodada do Campeonato Brasileiro 2015, 36 deles tiveram mais de 60 minutos de bola rolando, segundo dados utilizados pela Comissão de Arbitragem da CBF. Esse é o tempo mínimo considerado pela Fifa para não prejudicar a partida. Apesar de representar apenas 18% do total de jogos até o momento, o número já supera em mais de três vezes o alcançado em 2014, quando apenas 11 partidas atingiram essa marca de bola rolando até esta fase do campeonato.

Só na última rodada, quatro jogos tiveram mais de 60 minutos de bola rolando. O aumento no tempo de jogo é um reflexo do menor número de faltas no Brasileirão deste ano em relação a 2014. A média de infrações por partida até o momento é de 27,8 faltas, contra 33,5 marcações no torneio do ano passado até a 20 rodada.

Apesar da queda no número de faltas, o número de cartões aumentou em relação ao ano passado. Até o momento, foram 941 amarelos e 56 vermelhos na edição atual do Campeonato Brasileiro contra 882 advertências e 42 expulsões em 2014. A alta nos números deve-se à nova determinação da arbitragem de punir com mais rigor as reclamações de jogadores em campo. O número de cartões amarelos para esses casos saltou de 85 em 2014 para 209 neste ano.

Aumentou também o rigor com os treinadores em relação ao mesmo período de 20 rodadas do ano passado. Segundo levantamento da CBF, passados os 200 primeiros jogos da competição, 12 “professores” foram para o chuveiro mais cedo, enquanto que na mesma quantidade de jogos de 2014 só dois ouviram a ordem “fora” da arbitragem.

O aumento do número tem relação direta com a “cruzada pelo respeito”, como a CBF batizou a orientação da redução de tolerância às reclamações, sejam de jogadores ou membros da comissão técnica.

 
Marcha a Brasília
 

01/09/2015 - A Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf) realizará nesta quarta-feira (02), provael dia da votação dos vetos no Profut, “Marcha a Brasília” para pressionar a derrubada do veto no artigo que repassa de 0,5% das cotas de TV como direito de arena aos árbitros.

Os detalhes da marcha foram definidos na reunião de diretoria ocorrida na semana passada em São Paulo. A expectativa é que pelo menos 100 profissionais vestidos com os uniformes de arbitragem e portando cartões amarelos e vermelhos participem da manifestação, que ocorrerá no dia da votação dos vetos no Profut.

Os cartões amarelos e vermelhos que serão usados na manifestação farão alusão ao percentual da medida vetada.

Pela proximidade ao Congresso, a marcha deve contar principalmente com árbitros do Distrito Federal e de Goiás. Também é esperada a presença dos principais árbitros do país, principalmente os FIFAs para sensibilizarem os congressistas.

 
Rachados
 

01/09/2015 - Delfim Peixoto, vice-presidente da CBF e sucessor direto do atual presidente, não deixou barato em seu reencontro com Marco Polo Del Nero na sede da entidade nesta segunda-feira (31). Durante a reunião mensal de diretoria e de olho no cargo de Del Nero, Delfim cobrou diretamente o cartola que volte a viajar e a representar o Brasil no exterior. Além de compromissos da seleção brasileira, Del Nero já faltou a duas reuniões do Comitê Executivo da Fifa e haverá outra no fim do mês. A Conmebol, responsável pela indicação de Del Nero, pretende tirar seu lugar no caso de nova ausência, posição que poderá ser ratificada no Congresso que acontecerá em 26 de fevereiro de 2016 e escolherá o substituto de Joseph Blatter.

Segundo relato de pessoas presentes na reunião, Delfim pediu a palavra e todos os membros da diretoria ouviram em silêncio o vice-presidente alegar que, se a palavra de Del Nero de que não tem nada a temer nas investigações americanas que levaram à prisão de sete dirigentes em 27 de maio, em Zurique, entre eles seu antecessor José Maria Marin, deveria encerrar as dúvidas e viajar para representar o Brasil. Delfim chegou a afirmar que Del Nero está colocando todos que administram o futebol em uma posição "muito difícil". Del Nero respondeu que precisava resolver questões no Brasil e, por isso, não pode viajar.

O racha entre Delfim Peixoto e Del Nero ocorreu em julho, quando o presidente tentou uma manobra nos bastidores para mudar o sistema de sucessão da entidade. Delfim, o primeiro da fila, considerou a tentativa como um "golpe" e deu declarações duras contra o dirigente. Desde então, até esta segunda, os dois não tiveram mais contato.

 

 
Esse juiz é uma merda!
 

27/08/2015 - O atacante Emerson Sheik do Flamengo voltou a usar as câmeras da TV para fazer suas criticas, desta vez o escolhido foi o goiano Wilton Pereira Sampaio, árbitro do jogo entre Vasco e Flamengo disputado ontem a noite no Estádio do Maracanã, pela Copa do Brasil. Questionado sobre o que o Rubro-Negro precisaria arrumar para o segundo tempo, o jogador do Mengo detonou o árbitro: “Primeiro tem que arrumar esse juiz, que é muito fraco. É uma merda, merda. Esse juiz é uma merda!” – disparou Sheik, assim que deixou o gramado para o intervalo da partida.

Essa não é a primeira vez que Sheik se envolve em polêmicas com a arbitragem. No ano passado, durante a passagem pelo Botafogo, o atacante disparou ao ser expulso contra o Bahia, no Maracanã, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o jogador procurou uma câmera de televisão para demonstrar sua insatisfação:CBF, você é uma vergonha!” – disparou o atacante.

O atacante foi julgado pelo pleno do STJD pela declaração contra a CBF e contra o árbitro Igor Benevenuto sendo punido como seis partidas, o que deve ocorrer novamente pelas ofensas contra Wilton Sampaio, pois o procurador Paulo Schmidt já pediu o vídeo com a declaração e deve indiciar Sheik novamente.

 
Sigilo quebrado
 

27/08/2015 - Segundo o Senador Romário, Marco Polo Del Nero, Presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para evitar a quebra de sigilo bancário e fiscal aprovada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades no futebol nacional. No dia 18, Romero Jucá (PMDB-RR), relator da CPI, solicitou todos os acordos comerciais da entidade com seus fornecedores e parceiros.

Além das quebras de sigilos, a CPI do Futebol aprovou uma série de convites para oitivas. Entre os convidados para prestar informações à CPI estão diversos jornalistas, o próprio Abrahão, Cristian Corsi (presidente da Nike Brasil), Kleber Leite (dono da Klefer, parceira da Traffic na compra dos direitos da Copa do Brasil) e Eurico Miranda (presidente do Vasco, que falará sobre relações entre CBF, Traffic, Ricardo Teixeira, José Hawilla e Kleber Leite).

Segundo informações da CPI, outros documentos serão solicitados à CBF como todos os contratos por ela firmados, atualmente em vigor, seja na cidade do Rio de Janeiro ou em quaisquer outras localidades, relacionados ao patrocínio de suas atividades, publicidade, fornecimento de material esportivo, direitos de transmissão de jogos da seleção e dos campeonatos organizadas pela autarquia. Além disso, serão requeridos documentos sobre viagens, hospedagens, locação de bens moveis e imóveis e qualquer outro de importância comercial ou financeira.

Entre os contratos deverão estar os de patrocínios da arbitragem - Penalty e Semp Toshiba -  que revelados os valores, até então inacessíveis aos dirigentes do apito e aos próprios árbitros, dará a real  dimensão do montante ganho com a CBF fazendo uso da imagem dos apitadores.

 
Reunião em São Paulo
 

24/08/2015 - O SAFESP – Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo – estará recepcionando dirigentes da arbitragem Brasileira que, reunidos farão avaliações e decidirão que rumo seguir para derrubar o veto presidencial ao artigo da MP 671 que destina 0,5% de direto de imagens aos árbitros. A reunião será à partir das 9hs desta terça-feira, dia 25 de outubro, na Barra Funda em São Paulo, na sede do Sindicato Paulista.

A Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF), promete entregar aos dirigentes presentes, relatório completo das atividades da entidade nos últimos meses, com ênfase na mobilização e nos contatos com parlamentares em Brasília e principalmente dos protestos realizado pelos árbitros dentro de campo com total apoio da entidade nacional de classe que alcançou grande repercussão a nível nacional e internacional.

Já confirmaram presença no encontro o Presidente Marco Antônio Martins e os diretores Arthur Alves Junior, Salmo Valentim da Silva, Almir Alves de Mello, Fernando Castro, Jamir Garcez, Arilson Bispo da Anunciação e Carlos Castro.

 
Imagem protetora
 

20/08/2015 - A cúpula da CBF tem avaliado que há “proteção demais” a alguns árbitros por parte da Comissão de Arbitragem da entidade. A orientação agora é: se errar, punir. Se errar de novo, aumentar a punição, seja quem for. Com a medida, muitos poderão ficar mais tempo fora da escala, e participar de mais cursos de reciclagem.

A impressão na confederação é que um árbitro errar, e na rodada seguinte estar na escala, passa a impressão de que a CBF não pune quando o lance é considerado uma falha. A explicação de que há casos em que a decisão é interpretativa, como nos toques com a mão, não colou com dirigentes da entidade.

Leandro Pedro Vuaden do Rio Grande do Sul e Igor Junio Benevenuto de Minas Gerais foram usados como exemplos. Na opinião dos dirigentes, os dois são os mais protegidos da CA-CBF, pois o primeiro exagerou no direito de cometer erros na partida entre São Paulo e Corinthians, saiu debaixo de criticas e mesmo assim foi prestigiado pela comissão de arbitragem na rodada seguinte apitando Joinville e Cruzeiro. Já o segundo cometeu varias lambanças na partida Palmeiras e Flamengo também sendo prestigiado com escala  no meio da semana seguinte na Copa do Brasil apitando a vitória do Fluminense por 2x1 em cima do Paysandu.

A sensação que fica é que alguns árbitros são mais ‘iguais’ de que outros, que são protegidos perante aos olhos da comissão de arbitragem da CBF que da carta branca ignorando os erros destes e punindo exemplarmente alguns que são considerados 'patinhos feios'.

 
Protesto rubro negro
 

18/08/2015 - O Flamengo protestou mais uma vez na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), desta vez contra à escalação de Rodrigo Henrique Corrêa e Dibert Pedrosa Moisés, assistentes vinculados à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que atuarão na partida contra o Vasco, na quarta-feira (19) juntamente com o árbitro Ricardo Marques Ribeiro de Minas Gerais. Os dirigentes classificaram como “no mínimo imprudente” por parte da CA-CBF a escala de profissionais ligados a FERJ, instituição que o clube rompeu relações recentemente.

O protesto também afirma que o Vasco é o “maior aliado da entidade”. O Flamengo, junto do Fluminense, rompeu relações com a Ferj em janeiro deste ano e estuda até alternativas para o Campeonato Carioca, que pode ser disputado com uma equipe de reservas e juniores.

Além disso, na ultima segunda-feira, o Fla entrou com uma representação junto à CBF, demonstrando insatisfação com a atuação do árbitro Igor Junio Benevenuto na partida contra o Palmeiras. O documento foi assinado por Bandeira de Mello e enviado a Sérgio Corrêa da Silva, presidente da comissão de arbitragem da CBF.

 
Falta transparência nos cursos da CBF
 

17/08/2015 - Há muita coisa boa para se falar sobre o primeiro turno do Campeonato Brasileiro deste ano, entre elas uma melhor organização e a volta do público aos estádios. Não se sabe ainda se o publico esta voltando apenas pelas matinês de domingo, pelo conforto oferecido nas novas arenas, ou pela melhora na qualidade técnica das partidas. Talvez seja a soma desses três fatores.

Mas se fora de campo houve ligeira melhora, dentro dele, especialmente com a arbitragem as coisas não foram nada boas. Tivemos alguns progressos tímidos é verdade, como o aumento de bola em jogo e a diminuição das reclamações em cima dos árbitros. Hoje dificilmente jogadores fazem rodinhas com os homens de preto como era comum até a edição anterior, mas mesmo assim os árbitros erraram como sempre e foram atacados como nunca, especialmente nesta ultima rodada, a 19ª, talvez a que teve mais erros se somado todas elas. Todos os 20 clubes têm motivos para se queixar que foram prejudicados e é verdade também que todos foram beneficiados em algum momento. 

A comissão de arbitragem da CBF parece que perdeu o rumo, sua única preocupação no momento é gastar a gorda verba recebida dos patrocínios estampados nas camisas dos árbitros - cerca de cinco milhões por ano - para poder prestar contas aos seus superiores. A entidade tem realizado cursos de qualidade duvidosa sem que traga ganhos algum para dentro de campo, pois entra ano e sai ano e os instrutores e os árbitros são os mesmos e pior, os erros também.

Talvez venha dai o motivo da CA-CBF ministrar os cursos a sete chaves, longe dos olhos de todos e sem transparências alguma, onde veta a participação da imprensa especializada que poderia atestar in-loco a qualidade da didática oferecida no curso assim como o conhecimento dos nossos instrutores e árbitros, que pelo visto, é bem menor do que se supunha.  

 

 
Tite reprova arbitragem local
 

11/08/2015 - O técnico Tite criticou nesta terça-feira (11) a escolha de Luiz Flávio de Oliveira e os assistentes Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, todos filiados ao quadro da Federação Paulista de Futebol (FPF), para apitar o jogo entre Corinthians e Sport, quarta, no Itaquerão, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para o treinador, faltou sensibilidade de quem comanda a arbitragem na CBF e que o fator local fará o trio de arbitragem entrar pressionado em campo.

"Primeiro, torço muito para a arbitragem fazer um grande jogo. Segundo, é uma insensibilidade de quem comanda. Há uma série de árbitros importantes de outros estados. Isso só gera pressão. Tem de cuidar é do espetáculo" - disse o treinador.

Tite ainda afirmou que Leandro Pedro Vuaden errou ao não marcar pênalti a favor do São Paulo no clássico de domingo, no Morumbi contra sua equipe. Já no fim da partida, Uendel interceptou com o braço dentro da área um chute de Wesley.

Por sua vez, a diretoria do Sport protocolou ofício nas ouvidorias da CBF e da Comissão Nacional de Arbitragem solicitando a troca do trio de arbitragem. O clube pernambucano disse ter ficado "estarrecido" com a escolha e, por isso, pediu a mudança, mas não foi atendido pela CBF.

 
Pré-temporada
 

06/08/2015 - Os árbitros e assistentes do quadro da Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul (FFMS) realizarão curso de aperfeiçoamento e teste físico neste sábado, 08 de agosto, das 8hs as 18h, na UFMS e no estádio do Morenão em Campo Grande/MS.

As atividades praticas serão realizadas pela manhã na sala de aula de odontologia da Universidade Federal do Mato grosso do Sul (UFMS) das 08h às 09h (prova teórica), das 09:30h às 11:30h (palestra e análise de vídeos). Já na parte da tarde, das 15h às 16h, será realizado teste físico que será seguido de treinamento em campo de jogo das 16:30h às 18:00h.

O teste físico será avaliativo para os árbitros e assistentes que trabalharão nas competições que serão realizadas pela FFMS no 2ºsemestre. É obrigatório a apresentação do atestado médico para realizar o teste físico.

 
Pendurou de vez
 

28/07/2015 - Na ultima sexta-feira, dia 24, assistente gaúcho Paulo Ricardo Conceição encerrou definitivamente a carreira de árbitro. Conceição entregou carta comunicando o fato a Luiz Fernando Moreira, Presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Ele já havia se desligado  da CBF em novembro de 2010 por ter completado 45 anos de idade à época, mais continuou trabalhando nas competições do seu estado. 

Conceição começou a carreira apitando jogos de voleibol, depois passou para o futebol de salão e futebol de campo e, em 1994, passou a fazer parte da elite da arbitragem nacional integrando o quadro da CBF. Durante a carreira, trabalhou em mais de 180 Jogos só na Série A do Campeonato Brasileiro, sendo o mais importante a final de 2004 entre Santos e Vasco da Gama, onde o Peixe sagrou-se campeão Brasileiro. No âmbito regional Conceição se orgulha de ter participado de nove Gre-Nais e das finais do Gauchão de 2002, 2007, 2008, 2009 e 2010.

O agora ex-assistente também foi dirigente do apito gaúcho de 2006 a 2009 onde desempenhou as funções de tesoureiro, membro e presidente do conselho fiscal na gestão de Carlos Eugênio Simon.

 
Preocupação Paulista
 

23/07/2015 - Na ultima semana, do dia 16 ao dia 18 de julho, a Federação Paulista de Futebol (FPF), com apoio do sindicato da categoria (SAFESP), realizou testes físicos com o quadro local de árbitros e assistentes. As atividades ocorreram na pista de atletismo do Ibirapuera localizada no estádio Icaro de Castro Mello em São Paulo.

Se na pratica o resultado foi o melhor possível, com poucas reprovações, menos de 5% do quadro, nos bastidores a preocupação com as condições físicas dos árbitros paulistas pode ser vista aos olho nu dos dirigentes da arbitragem. Dos mais de 350 testados, todos os aprovados completaram apenas 20 tiros de 150 mts e nenhum tentou ir além como recomenda a FIFA e a CBF que orienta a meta de 24 tiros como ideal. Além disso, dos que compareceram à pista, vários aparentavam estar acima do peso e muitos completaram suas baterias exausto e em péssimas condições físicas, dando muito trabalho à equipe medica de plantão.

A arbitragem Paulista caminha a passos largos na contramão da história, pois enquanto a FIFA e a CBF exigem cada vez mais de seus profissionais com rigorosos controles nos pilares exigidos, no maior Estado da Federação, apesar do alto investimento, a sensação é que os árbitros estão entregue a própria sorte, onde só quem é escalado com freqüência tem motivação para seguir nos treinamentos. Os demais só treinam o suficiente para serem aprovados nos testes físicos e o resultado mostrado na pista durante a semana passada não poderia ser diferente.

 

Mudou de novo!

 

22/07/2015 - Antes marcada para os dias 07 e 08 de agosto em Belo Horizonte, a reunião de trabalho da ANAF – Associação Nacional dos Árbitros de Futebol - com as entidades e sindicatos de todo país, foi transferida para um mês depois. Agora e se nada ocorrer que faça ter uma nova mudança de data, o evento acontecerá nos dias 11, 12 e 13 de setembro.

Informações de bastidores dão conta que o Curso Futuro lll que a CA-CBF estará realizando entre os dias 03 e 15 do próximo mês no Rio de Janeiro foi o motivo da mudança de data. Como é do conhecimento de todos, vários dirigentes da ANAF, ente eles seu presidente (Marco Martins), o tesoureiro (Salmo Valentim) e o secretario geral (Almir Mello) e muitos de sindicatos, estarão no Rio de Janeiro participando do evento da CBF que será para Árbitros FIFA, instrutores e árbitros promissores.

Os que não vão ao evento, entre eles alguns dirigentes que já tinham se programados para a viagem a Belo Horizonte no inicio de agosto, tem reclamado que a ANAF é refém das vontades da CBF e que de nada adianta marcar as reuniões de trabalho e os congressos com antecedência se a data toda vez é mudada em cima da hora por pedido ou para atender compromissos de terceiros. Alguns mais radicais dizem que os dirigentes sindicais representam os árbitros, mas antes representam e defendem os seus próprios interesses.

Assim caminha a passos de tartaruga a arbitragem "profissional" do país!

 

 

 
Substituto de Marin
 

10/07/2015 - Após herdar a vaga de Marco Polo Del Nero como presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, vice de Del Nero na FPF desde 2003, virou um dos candidatos mais fortes para substituir também José Maria Marin numa das vice-presidências da CBF. Já há uma acirrada disputa pelo cargo, que é estratégico. Se Marco Polo Del Nero renunciar, um dos vices será seu substituto. Hoje, o estatuto da confederação determina que o bastão passe para o mais velho dos vices, o catarinense Delfim Peixoto.

Deste que assumiu a presidência da FPF, Marco Polo e Reinaldo Carneiro vivem entre tapas e beijos alternando momentos de confiança cega com desconfianças paranóicas, pois na vontade do ex-presidente da FPF, o já falecido Eduardo Jose Farah, Bastos deveria ser seu sucessor e sua vontade só não foi efetivada devido a uma manobra de Del Nero, vista à época como traição, que fez prevalecer o estatuto da entidade.

Hoje, com a suspensão de Marin, os vices são, além de Peixoto, o maranhense Fernando José Macieira Sarney, filho do ex-presidente José Sarney, Gustavo Dantas Feijó, de Alagoas, e o capixaba Marcus Antônio Vicente.

 
Contestado
 

08/07/2015 - O árbitro paranaense que apita por Santa Catarina, Heber Roberto Lopes, não agrada muito aos cruzeirenses. Ele apita a partida entre Fluminense e Cruzeiro, na próxima quinta-feira (09), pelo Brasileirão. Heber foi sorteado para comandar o jogo no Maracanã e terá a missão de passar despercebido em campo.

O Cruzeiro torce o nariz para Heber por causa dos jogos contra o rival Atlético/MG, em 2014 e na atual temporada. Polêmicas como a expulsão de Marcelo Moreno e o gol mal anulado de Alisson irritaram os celestes. Benecy Queiroz, supervisor de futebol da Raposa, diz que o clube não veta ninguém, mas que neste caso fizeram algumas ponderações que foram enviadas para a comissão de arbitragem da CBF.

Curiosamente, nesta partida, Heber bate o recorde de participações em campeonato Brasileiro, esta será sua 296 atuação. Antes, os recordistas eram o carioca Arnaldo Cesar Coelho e o gaúcho Carlos Eugênio Simon com 295 partidas cada um.

 
Curso Maranhão
 

03/07/2015 - A comissão estadual de arbitragem de futebol do estado do Maranhão (CEAF-MA), realizará em São Luís, entre os dias 13 e 18 de julho, um curso de qualificação de regras do futebol. A capacitação é destinada a árbitros de departamentos, associações e árbitros individuais. As inscrições podem ser feitas na sede da Federação Maranhense de Futebol (FMF) no horário das 13h ás 18h. O valor da inscrição é de R$ 50 reais.

Os participantes receberão um certificado de conclusão. Entre os palestrantes estão: Marcelo Filho (Instrutor CBF), Joyce Sales (Instrutora CBF Psicologia), Renato Rodrigues, Nacor Arouche, Simas Junior, José Henrique, Carlos Augusto Alves Pereira ( Instrutor Físico), e Juscelino Sousa Santos ( Presidente da SAFEMA).

 
Gol de placa
 

02/07/2015 - Arthur Alves Junior, presidente do sindicato dos árbitros de São Paulo, não joga futebol, até mesmo pela sua forma física bastante avantajada para um desportista, mas o Paulista acaba de marcar um gol de placa. Dono da chancela de formador de árbitros no estado, a entidade que dirige, o Safesp, vendia cursos de arbitragem para associações, ligas e outras pelo valor de R$ 8 mil reais. Vendia, não vende mais! Os cursos agora serão gratuitos.

Sabendo o valor que o sindicato cobrava, outras empresas, sem as mesmas qualificações e amparo legal, em forma de leilão, se ofereciam ao mercado como alternativa. Para acabar então com a concorrência desleal, o dirigente fez divulgar ontem (01/07) no site oficial, que a entidade que preside estará realizando cursos gratuitos de 40 horas aulas às ligas regularizadas. O único valor a ser pago pelos organizadores (ligas) será de R$ 30 reais para material didático.

Pelo regulamento que deve ser adotado nos cursos, o aluno só recebera certificado após atuar em cinco partidas de estágios administradas pelo sindicato onde recebera somente os custos com transporte, estadia e alimentação.

 
Teste CBF
 

29/06/2015 - Na próxima sexta-feira, dia 03 de julho, ocorrerão os testes físicos para árbitros de São Paulo que pertencem ao quadro da CBF. As atividades serão realizadas das 17:30h as 23:59h no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa que fica situado na Rua Pedro de Toledo, no Ibirapuera em São Paulo/SP.

Os árbitros que farão os testes deverão chegar com antecedência e ficarem atentos para não irem para local errado, pois diferentemente dos anos anteriores quando os testes foram realizados na pista do Constâncio Vaz Guimarães, ao lado do Ginásio de Esportes do Ibirapuera, as atividades foram marcadas para a pista do Centro Olímpico que pela proximidade com o endereço anterior, pode confundir, principalmente para quem não mora na Capital Paulista.

 
Apuraração rigorosa
 

26/06/2015 - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou à Conmebol (Confederação Sul-americana de Futebol) oficio no qual pede "apuração rigorosa" das suspeitas de fraudes na partida entre Corinthians e Boca Juniors, válida pelas oitavas de final da Libertadores da América de 2013.

"O caso é grave e precisa ser apurado. Temos um clube brasileiro que pode ter sido prejudicado e é dever da CBF defendê-lo até as últimas conseqüências. Temos plena confiança na Conmebol e ao presidente Juan Angel Napout, e temos a certeza de que tudo será esclarecido", disse o presidente Marco Polo Del Nero.

O oficio é devido ao escândalo exibido em um programa de televisão argentino quando foram colocados no ar escutas telefônicas que revelam uma fraude na escolha do árbitro paraguaio Carlos Amarilla, que anulou um gol legal do Corinthians e ainda deixou de marcar um pênalti. Além de outros lances duvidosos favoráveis ao Boca.

Na conversa, o então presidente da AFA (Associação de Futebol Argentino), Julio Grondona, conversa com o representante argentino no comitê de árbitros da Conmebol, Abel Gnecco, que conta como foi o processo de escolha do paraguaio. Ele conta que o acordo foi feito com Carlos Alarcón, representante paraguaio na comissão de árbitros da entidade, que teria ligado para lhe oferecer Amarilla para apitar o duelo válido pela Libertadores.

 

 

 
Ele voltou
 

05/06/2015 - A arbitragem do Acre tem novo comandante. Desde o primeiro dia deste mês (junho), Josemir Raulino,  47 anos (04/05/1968), comanda a comissão de arbitragem daquele estado. Ele substitui José Cláudio Teixeira da Silva que o substituiu em 2011. Leandro Rodrigues e Rodomilson Lucas completam a comissão.

Raulino que assume o cargo pela segunda vez - foi presidente entre 2001 e 2011 -, pretende tomar as decisões em conjunto com os demais membros.

Em 2011, Raulino foi exonerado do cargo por quebra de hierarquia e apoio a um principio de greve da arbitragem local antes da bola rolar no Estadual daquele ano.

 
De saída?
 

03/06/2015 - Acuado, Marco Polo Del Nero prepara nos bastidores a sua sucessão na CBF. O dirigente quer evitar que em caso de renuncia, que a presidência caia no colo de um dirigente que assim como ele, também está cercado de denuncias. Na noite da ultima quarta-feira (3), a entidade convocou assembleia geral extraordinária para a próxima semana, dia 11 de junho. No ofício de convocação para os 27 presidentes de federações, Del Nero informa que vai tratar "da reforma parcial do estatuto" e "interpretar preceitos" do documento.

Nos bastidores, as informações dão conta que a principal mudança será realizada no critério de sucessão. Atualmente, a CBF conta com cinco vices. Em caso de renúncia, o mais velho - o catarinense Delfim de Pádua Peixoto - substituiu o presidente. A cúpula da entidade quer mudar isso. Presidente da entidade até abril, José Maria Marin, 83, era o vice mais velho. Mas está fora da sucessão depois de ser preso na Suíça acusado de ser um dos beneficiários do esquema de propina na comercialização de torneio no Brasil e na América do Sul.

Primeiro na linha de sucessão da CBF após a prisão de Marin, o catarinense Delfim Peixoto, 74, já sente a quentura da frigideira preparada para sua fritura. O dirigente - também cercado de denuncias - não foi convidado para um encontro realizado esta semana na sede da CBF entre Del Nero e seus principais apoiadores. Delfim tem reclamado muito do que chama uma traição de Marco Polo e já teria dito à pessoas próximas que estão arquitetando um golpe contra ele.

 
MP destinará 0,5% aos árbitros
 

02/06/2015 - Nesta terça-feira (2) foi apresentado o relatório da comissão mista que analisa a MP 671/2015 – a MP do Futebol -. Em reunião ocorrida às 11hs, o relator da MP, deputado Otavio Leite (PSDB-RJ), apresentou seu relatório para o colegiado.

Entre as propostas apresentadas está a destinação de 0,5% dos valores obtidos com os direitos de televisão para a arbitragem. Sorteio dos árbitros com transmissão ao vivo também faz parte do relatório que deverá ainda ser aprovado no plenário da Câmara Federal.

 
CPI da arbitragem paraibana
 

31/05/2015 - O Deputado Estadual Janduhy Carneiro (PTN) afirmou na manhã da ultima segunda-feira (1) que a Assembléia Legislativa pode instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a arbitragem nos jogos do futebol paraibano. Carneiro alegou que existem muitas reclamações de falhas nos jogos e que isso precisa ser investigado. Para o parlamentar, existe uma insatisfação generalizada com a arbitragem nos jogos da Paraíba.

O assunto parece ser tão relevante que Janduhy achou importante contratar uma equipe de filmagem para registrar todos os jogos que acontecem no estado para coletar e guardar provas para serem usadas na CPI. O deputado ainda criticou o uso de árbitros de outros estados em partidas de campeonatos nacionais. Segundo ele, Campinense, Treze e Botafogo já foram prejudicadas por árbitros de fora em jogos nacionais.

Para realçar a importância de se instalar uma CPI da arbitragem na Assembléia Legislativa, o Deputado alega que o torcedor que compra ingresso quer ver arbitragem com imparcialidade, decência e seriedade.

 
Danos morais
 

31/05/2015 - O árbitro paulista Guilherme Ceretta de Lima esta processando o jogador Dudu do Palmeiras por danos morais. O atacante agrediu Ceretta com um empurrão nas costas durante a final do Campeonato Paulista de 2015 contra o Santos. O árbitro diz que esta sendo alvo de zombarias nas ruas por conta do lance. Procurado, Ceretta não quis comentar a questão, mas confirmou ter acionado a Justiça. Ele, no entanto, não teria informado a questão à Comissão de Arbitragem da FPF.

Por causa da agressão, Dudu foi suspenso pelo TJD Paulista com 180 dias, mas o departamento jurídico do Verdão conseguiu um efeito suspensivo que passa a ter validade a partir da próxima quarta-feira, dia 3 de junho. O clube tenta desqualificar a denúncia de "agressão" para "ato hostil". Após pegar o gancho, Dudu se mostrou arrependido e afirmou que pediria desculpas ao árbitro se o encontrasse novamente. Enquanto isso, processo segue tramitando na esfera civil.

 

 

 
Cadê a grana?
 

29/05/2015 - O Botafogo/PB enviou ofício à Federação Paraibana de Futebol (FPF) solicitando que "01 árbitro FIFA" fosse inserido no sorteio para a próxima partida da equipe contra o Campinense, na quarta-feira, dia 3 de junho, no Almeidão, válido pela quarta rodada do quadrangular final do estadual.

Conforme regulamento do Campeonato Paraibano, no artigo 28 do Capítulo VIII, não se pode pedir apenas um árbitro de outro Estado. O quarteto tem que ser formado totalmente com árbitros de fora da Paraíba. O clube solicitante tem que anexar no oficio, comprovante de depósito de R$ 15 mil na conta corrente da FPF para bancar as taxas. Desta forma, o departamento financeiro do Bota - PB tem até esta sexta-feira (29) para regularizar sua solicitação, uma vez que o regulamento prevê antecedência de no mínimo quatro dias úteis para tal expediente.

O pedido para que árbitros de outro Estado comandem a partida contra o Campinense aparece um dia depois do empate em 1 a 1 entre as duas equipes, no Amigão, em jogo válido pela terceira rodada. Os botafoguenses reclamaram bastante da arbitragem do pessoense Roberto Lima, principalmente por conta do pênalti assinalado pelo árbitro em favor da Raposa.

   
Curso de árbitros
 

27/05/2015 - A Escola de Árbitros Syria Flores da Silva (EAF), da Federação Amazonense de Futebol (FAF), recebe, até a próxima sexta-feira (29), inscrições de interessados em se tornar árbitros e assistentes de futebol para atuar em competições estaduais. O curso terá carga horária de 220 horas, conforme regulamento nacional, e será dividido em duas etapas. Na primeira, será realizada uma prova teórica, com conhecimentos gerais da Língua Portuguesa e do Futebol em geral, com caráter classificatório e eliminatório. A segunda etapa será a entrega dos documentos e somente será realizada para os que forem classificados na etapa anterior.

A taxa de inscrição é de R$ 50 e o edital para participação está disponível nos sites faf-am.com.br e fafamazonas.com.br/site. As inscrições podem ser feitas na sede da FAF, na Avenida Constantino Nery, 282, no Centro.Após os testes teóricos, os candidatos passarão por aulas e avaliações práticas. Como as vagas são limitadas a 100 candidatos, os 30 últimos classificados ficarão em uma espécie de reserva.

No Campeonato Amazonense, o árbitro recebe R$ 550 por jogo, os assistentes levam R$ 380, cada, e o quarto árbitro R$ 290. Nas partidas da Série A do Campeonato Brasileiro os árbitros dividem a taxa de R$ 8.202.

 
Novas orientações
 

26/05/2015 - Os jogadores do São Paulo participaram nesta terça-feira (26), no CT da Barra Funda, de palestra sobre arbitragem. Motivado pelas recentes recomendações da CBF aos árbitros, o encontro discutiu o que pode e o que não pode na conversa com os juízes, o que pode resultar em cartão amarelo ou vermelho. O bate-papo foi uma cortesia da própria CBF, que enviou o vice da comissão de arbitragem, Nilson de Souza Monção, e o instrutor de arbitragem Roberto Perassi.

O número de amarelos das equipes em geral disparou na atual edição após orientação de se tomar "medida disciplinar adequada" diante de "acintosas reclamações, individuais ou em grupo de jogadores, contra as decisões do árbitro e de qualquer oficial da arbitragem, tanto durante como após o encerramento das partidas".

Embora a circular tenha sido emitida em fevereiro, muitos times não conscientizaram seus jogadores do risco de cartões antes do início da competição. Para reparar o erro, depois de levar sete amarelos em três rodadas, o São Paulo agendou a palestra. Outra recomendação da CBF é expulsar imediatamente "qualquer pessoa, jogador ou substituto que, ao término do primeiro tempo ou ao final da partida, se dirija à equipe de arbitragem, ofendendo, ou aplaudindo de forma irônica".

 
Apita Final da Liga
 

18/05/2015 - No próximo dia 6 de junho, Barcelona e Juventus decidirão o título da Liga dos Campeões no Estádio Olímpico de Berlim, na Alemanha. Nesta segunda-feira (18) a Uefa anunciou que o turco Cüneyt Çakir será o árbitro da grande decisão, o jogo mais importante do futebol europeu deste ano.

Trata-se de um árbitro experiente, pois é internacional desde 2006 com mais de setenta jogos pela Liga UEFA. Só nesta temporada, Cüneyt Çakir dirigiu três jogos da Liga Europa e quatro da Liga dos Campeões, incluindo o confronto entre Paris Saint-Germain e Chelsea pelas oitavas de final da competição. Os assistentes serão Bahattin Duran e Tarik Ongun, também de nacionalidade turca. O quarto árbitro será o sueco Jonas Eriksson e os dois árbitros adicionais os turcos Hüseyin Göcek e Baris Simsek.

Çakir tem 38 anos (23/11/1976) e é um dos mais conceituados árbitros da atualidade, tendo apitado a semifinal da última Copa do Mundo entre Holanda e Argentina, em São Paulo. Atuou também na Eurocopa 2012, onde apitou três partidas.

 
Esta tudo dominado
 

16/05/2015 - Não é de se estranhar as decisões polêmicas do Superior Tribunal de Justiça Desportivo (STJD) sempre favorecendo aos interesses da CBF. O Procurador-geral do órgão, Paulo Schmitt, o dirigente mais influente da corte, vira e mexe recebe algum tipo de agrado da CBF.  Em menor escala, os outros membros também recebem os seus 'mimos'. Após pagar todas as despesas para Schmitt ir a Boston assistir amistoso da seleção Brasileira em 2013, a CBF agora faz propaganda gratuita em seu site para um livro que o procurador lançou recentemente.

No pacote da viagem de 2013, o advogado paranaense teve direito a ir e voltar de Boston em vôo na classe executiva, ficou hospedado em hotel de luxo e assistiu ao time de Felipão vencer os portugueses por 3 a 1 em um dos confortáveis camarotes do Gillette Stadium. A CBF já havia cedido ingressos para Schmitt assistir aos jogos da Copa das Confederações. Outros procuradores do tribunal desportivo também foram agraciados com entradas para o torneio. Vale frisar que como procurador-geral, Schmitt é o responsável por denunciar clubes, atletas, árbitros e até os cartolas da própria entidade.

O sistema da justiça desportiva do país esta falido a muito tempo, o STJD, nada mais é do que uma extensão da CBF - um órgão administrativo com atribuições de julgar as contendas que envolvam as competições organizadas por sua mantenedora - podendo decidir com autonomia e independência, contudo vivendo sob dependência econômica e financeira, pois é a CBF que banca as despesas do "Tribunal" que vai do cafezinho aos mimos dos doutos julgadores.

 

 

 
Árbitro Nacional
 

13/05/2015 - O Presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa, tem um sonho antigo de ver ainda na sua gestão, árbitros do mesmo estado ou até mesmo da cidade do clube mandante apitando jogos do Brasileiro. O dirigente já vem preparando o terreno desde a ultima rodada do campeonato Brasileiro do ano passado quando escalou o assistente Paulista Danilo Ricardo Manis na partida Sport x São Paulo disputada na Arena Pernambuco, em Recife.

Neste ano o dirigente voltou a fazer a experiência escalando Marcelo Carvalho Van Gasse, que mora em Juiz de Fora-MG, mas atua por São Paulo e Marcelo Henrique, que apitava pelo futebol carioca até dois anos atrás na partida São Paulo x Flamengo pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Na segunda rodada que será disputada neste final de semana, a experiência será com o catarinense Kleber Lúcio Gil, escalado na partida do Figueirense, clube do seu estado, contra o Palmeiras de São Paulo. Segundo informações, em seu maior desafio, Sérgio Corrêa pretende usar ainda nesta edição do Campeonato Brasileiro, árbitro do mesmo estado ou da mesma cidade da equipe mandante.

Para o dirigente, a medida visa valorizar o trabalho dos árbitros possibilitando que ele seja observado no país inteiro.  A missão do chefe do apito brasileiro com a medida é formar o árbitro do futebol brasileiro tirando dele a questão regional e transformando em árbitro nacional.

Para os críticos, além de arriscada, a escala do árbitro local é bem diferente da alegada, não passando de contenção de despesas da CBF, pois os gastos com passagens aéreas e estadias, que ultrapassa a casa do meio milhão de reais ano, são vista como item a ser diminuído pela poderosa CBF que fatura cerca de cinco milhões por ano utilizando os árbitros como garoto propaganda.

 
Histórico
 

13/05/2015 - O Atlético-PR ficou insatisfeito com a escolha de Heber Roberto Lopes para apitar o jogo contra o Goiás, às 18h30 (horário de Brasília) de sábado, no Serra Dourada, pela segunda rodada do Brasileirão. Pelo "histórico" do árbitro, a diretoria rubro-negra enviou na terça-feira (12), horas depois do anúncio da escala, um ofício para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) onde além de registrar o protesto  pela escala, pede a mudança do árbitro.

Heber, que hoje atua pela Federação Catarinense de Futebol (FCF), apitava pelo Paraná até 2012. O Atlético-PR reclama principalmente pela atuação do árbitro nos clássicos contra o rival Coritiba. Em 11 jogos com ele no apito, o Furacão ganhou apenas uma vez - empatou quatro e perdeu seis. Na maioria deles, os rubro-negros reclamaram de cartões vermelhos e pênaltis.

 
Palestra
 

10/05/2015 - O Flamengo aposta no conhecimento teórico sobre a arbitragem para ajudar na campanha no Campeonato Brasileiro deste ano. Na noite da última quarta-feira (06), atletas e comissão técnica assistiram palestra sobre regras da arbitragem. O ex-árbitro FIFA Sálvio Spinola conversou com a delegação rubro-negra em Atibaia e mostrou exemplos em vídeos de como evitar punições em campo, além de outros pontos importantes.

Os dirigentes do time da Gávea estão preocupados com a falta de conhecimento dos jogadores, principalmente em relação as novas normas e recomendações da CA-CBF. Segundo o Gerente de Futebol do Mengo, Gabriel Skinner, a arbitragem é um assunto muito importante e que hoje existem regras e normas novas que os jogadores precisam estar atentos para não prejudicarem o clube. O dirigente também disse que Isso foi mostrado a eles e se mostrou satisfeitos com o retorno e envolvimento dos atletas durante a palestra. O presidente clube, Eduardo Bandeira de Mello, também acompanhou a palestra juntamente com outros dirigentes.

 
Curso de árbitro no DF
 

08/05/2015 - A Escola de Arbitragem da Federação Brasiliense de Futebol em parceria com o Sindicato dos Árbitros do Distrito Federal, supervisionado pela Comissão Distrital de Arbitragem e com a autorização da FBF, esta realizando curso de formação de árbitros de futebol 2015/2016. Ao todo foram oferecidos 50 vagas para alunos com 18 anos ou mais.

O curso iniciado em 04 de maio de 2015 vai até o dia 04 de março de 2016. As aulas teóricas serão realizadas as segundas, quartas e sexta-feira das 19:30hs as 22:30hs. As aulas praticas e físicas serão ministradas as terças e quintas e/ou final de semana. O investimento é de R$ 100 reais de inscrição mais 350 reais mensais de mensalidades. A carga horária é de 384 hs aula.

 
Bom momento
 

08/05/2015 - A temporada 2015, que já se aproxima do final do seu primeiro semestre, tem sido amplamente positiva para os árbitros de futebol do Rio Grande do Norte. Destaque local, em particular, para a atuação durante os jogos do Campeonato Potiguar no qual, fugindo a tradição negativa, não existiu nenhuma reclamação mais contundente de interferência do quarteto de arbitragem de forma direta no resultado de qualquer partida.

Nem mesmo nos lances mais decisivos como, por exemplo, marcação de penalidade máxima, existiu contestação que levasse além do período da partida. Equipes de maior estrutura no futebol do Estado, América e ABC chegaram à decisão do campeonato sem nenhuma contestação dos seus adversários envolvendo interferência de arbitragem.

Além do bom trabalho em campos potiguares, os árbitros norte-rio-grandenses também foram destaques em outras competições. É o caso da Copa do Nordeste que teve seus jogos finais dirigidos por arbitragem potiguar. No último jogo, Ceará e Bahia na Arena Castelão em Fortaleza, além do árbitro central Ítalo Medeiros de Azevedo, também trabalharam com direito a reconhecimento positivo da mídia esportiva da região, os assistentes Lorival Cândido das Flores e Luiz Carlos Câmara Bezerra. O trio passou despercebido pelas 64 mil pessoas presentes, graças ao bom trabalho realizado.

 

 

 
Traumatismo craniano
 

04/05/2015 - Morreu na manhã da ultima quinta-feira, dia 30 de abril, vitima de traumatismo craniano, Osvaldo Macedo (Amazonas), um dos árbitros mais antigo do futebol amador de Rondonópolis/MT. Segundo informações de familiares, Amazonas, como era popularmente conhecido, sofreu ataque epiléptico e ao cair no chão bateu a cabeça culminando com um traumatismo craniano vindo a falecer.

Amazonas apitava jogos do futebol amador de Rondonópolis desde a década de 80 tendo participado de grandes competições. Dono de uma arbitragem onde empregava rigor e moralidade caiu nas graças de jogadores e torcedores sendo respeitado pela sua ação enérgica.

Osvaldo Macedo passava por tratamentos médicos, mesmo assim, sempre que podia prestigiava as partidas de futebol. Ele era funcionário publico federal exercendo a função de inspetor na vara da infância e juventude.

 
CBF pagará arbitragem da Série D
 

04/05/2015 - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nota afirmando que, à partir de 2015, além de outras despesas vai arcar também com os custos da arbitragem nos jogos da Série D do Campeonato Brasileiro, o que significa uma economia média de RS 10 mil por partida para os clubes mandantes, incluindo despesas com passagens, hospedagens e serviços.

O pagamento da arbitragem foi autorizado pelo novo presidente da CBF, Marco Polo Del Nero e, segundo o diretor de Desenvolvimento e Projetos, André Pitta Pires, a medida será de importância fundamental para os clubes participantes, principalmente aqueles de menor investimento. "A CBF assume mais uma obrigação, e os clubes ficam livres de mais uma despesa, o que servirá de alento para a saúde financeira, principalmente daqueles de menor porte espalhados por todo o Brasil".

Neste ano, a Série D do Brasileiro, ou quarta divisão, começa no dia 12 de julho e termina em 15 de novembro. Ao todo, quarenta clubes disputam a competição que dá aos quatro primeiros colocados lugar na Série C de 2016.

 
Árbitro acidentado!
 

03/05/2015 - O árbitro de futebol, Moacir Soares Morais, ficou gravemente ferido em um acidente na tarde deste domingo (03), no quilometro 217 da BR-359, em Coxim, a 260 quilômetros de Campo Grande, Capital do Mato Grosso do Sul. De acordo com o Corpo de Bombeiro, Morais que seguia no sentido Coxim, colidiu a motocicleta que pilotava na lateral de uma carreta carregada de cerveja que trafegava no sentido contrário. Após a batida, a vítima caiu na pista e a moto seguiu para um matagal.  Segundo testemunhas, o árbitro teria pilotado em zigue-zague na pista.

Informações colhidas no local dão conta de que Morais estaria retornando de uma festa na colônia Mané Manco, onde teria atuado em jogos de futebol. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) e levado para o Hospital Regional Álvaro Fontoura. Morais estava inconsciente, com laceração no braço e cortes na perna, ambos do lado esquerdo. Apesar da gravidade dos ferimentos, aparentemente, Morais não corre risco de morte. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) esteve no local.

Moacir Soares de Morais, tem 47 anos, é garçom, solteiro e pai de três filhos. Árbitro destaque do Campeonato Municipal de 2007, atuou de 2006 a 2009 na Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul. Participou de vários jogos pela região norte e nos jogos indígenas realizado pela Fundesporte em Tacuru. Apitou em 2008 a final do Campeonato Estadual Amador na fase da região norte entre Coxim e Figueirão. Apitou vários jogos do Campeonato Estadual Sub-18 inclusive em São Gabriel e coleciona várias finais nos campeonatos de Coxim, Alcinópolis, Pedro Gomes e Rio Verde.

 
Até que enfim!
 

29/04/2015 - Dirigentes da Federação Cearense de Futebol estão estudando incluir no Regulamento Geral de Competições válido para o ano de 2016 a determinação de que será apenas do quadro local de árbitros a responsabilidade do comando das partidas do estadual. A Federação considera que a arbitragem tem melhorado e causou incômodo que o Fortaleza tenha pedido árbitros de fora as finais da competição e o Ceará não manifestou qualquer contrariedade com o fato. No primeiro jogo, domingo passado, apitou Ricardo Marques Ribeiro, FIFA/MG. Para o segundo jogo, dia 3 de maio, está escalado Péricles Bassols, FIFA/RJ.

As principais alegações da Federação para que a proibição de árbitros de fora seja adotada são as de que há investimentos em psicólogo para os árbitros, em treinamento e orientação profissional. Além disso, a FCF tem certeza de que nos quatro Clássicos-Rei de 2015, todos com comando local, as atuações dos árbitros foram excelentes e impedir que os mesmos trabalhem nas finais impede o crescimento dos homens do apito tanto local como nacionalmente. Para que essa determinação seja colocada no Regulamento Geral das Competições os clubes não precisam concordar. Depende, exclusivamente, da decisão da FCF.

 

Defendido pelo Coronel

 

28/04/2015 - A atuação do árbitro Vinicius Furlan no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Santos deu o que falar. Foram três lances que geraram muitas discussões após o triunfo da equipe do técnico Oswaldo de Oliveira por 1x0. Mesmo com as polêmicas, o chefe de arbitragem da FPF (Federação Paulista de Futebol), Marcos Cabral Marinho de Moura, classificou como boa a atuação de Furlan, mas as dos assistentes Carlos Augusto Nogueira Júnior e Anderson José de Moraes Coelho, além do quarto árbitro Guilherme Ceretta de Lima.

Um dos lances reclamados pelos santistas foi o primeiro gol do Palmeiras anotado pelo atacante Leandro Pereira. Cleiton Xavier passou para Robinho, que estava impedido e abriu as pernas. A bola chegou em Lucas que cruzou para o atacante completar para as redes. O lance dividiu as opiniões dos comentarista de arbitragem, mas não a de Marinho que como um bom chefe defendeu seus comandados, pelo menos publicamente: "Não estava impedido. Ele [Robinho] abriu a perna, mas não participou da jogada" - analisou Marcos Marinho que ainda afirmou que Vinicius Furlan acertou ao não marcar o pênalti sobre o atacante Rafael Marques nos acréscimos do primeiro tempo e agiu corretamente quando assinalou a infração dentro da área do zagueiro Paulo Ricardo no atacante Leandro Pereira.

O certo é que a arbitragem paulista não passa por um bom momento, dois dos seus principais árbitros (Raphael Claus e Vinicius Furlan) sentiram o peso das responsabilidades e dos holofotes caindo de rendimento justamente na parte final do campeonato, o que joga a incumbência do jogo final para Luiz Flavio e Thiago Peixoto com Guilherme Ceretta correndo por fora.

 

 

 
Nova bandeira eletrônica no mercado
 

25/04/2015 - A VipColor, indústria de alta tecnologia do setor eletrônico, desenvolve em seu moderno laboratório localizado em Itapira, município distante cerca de 170 km da capital paulista, novo modelo de bandeiras eletrônicas que promete revolucionar o mercado Brasileiro. Após consultas a profissionais da área, a empresa aposta na facilidade da recarga das baterias, que poderá ser feita através de tomadas elétricas e em funções que não existe nos atuais modelos, como sons diferenciados para cada membro da equipe de arbitragem e a comunicação direta entre árbitro e quarto árbitro.

Um protótipo do modelo já vem sendo utilizado em fase de testes nos campos do futebol paulista onde será acrescentados as melhorias sugeridas por árbitros e assistentes. O projeto também inclui painéis eletrônicos e placas de substituições que serão disponibilizados futuramente ao mercado. A VipColor também promete um moderno sistema de garantia, ampla rede de assistência técnica e valores condizentes para atender a todos do segmento agregando tecnologia de ponta, qualidade e modernidade. Aguardem!

 
Curso gratuito de arbitragem no RS
 

21/04/2015 - A Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer do Município de Porto Alegre (SME), em parceria com o Sindicato dos Árbitros do RS (Safergs), estará realizando a partir da próxima sexta-feira, dia 24 de abril, mais um curso gratuito de arbitragem de futebol. Serão disponibilizadas 70 vagas para o curso, com um total de dez aulas teóricas, realizadas nas segundas-feiras, e seis práticas, aos sábados, com datas ainda a serem definidas.

Para participar, o interessado deverá ter 18 anos de idade ou mais e para se inscrever, basta ir a Gerência de Futebol da SME, localizada na avenida Érico Veríssimo, 843, de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas, com o documento de identidade.

O curso contará com palestrantes renomados como o ex-árbitro e atual comentarista de arbitragem Leonardo Gaciba, Leandro Vuaden do quadro da FIFA e Daniel Nobre Bins, árbitro da semifinal gaúcha entre Grêmio e Juventude e aluno de um dos cursos de arbitragem da SME.

 
Deixando a arbitragem
 

20/04/2015 - Após 20 anos de dedicação a arbitragem, a assistente CBF Aldeilma Luzia da Silva anunciou oficialmente o fim da sua carreira profissional no ultimo sábado (18), após partida entre Baraúnas e Potiguar disputada no estádio Nogueirão, em Mossoró. Aldeilma completará 45 anos em dezembro deste ano (28/12/1970). Após o clássico, com vitória do Baraúnas, por 2 a 0, valido pela sétima rodada do segundo turno do Campeonato Potiguar, o árbitro Zandick Gondim fez uma homenagem entregando o apito do jogo à assistente que retribuiu com a bandeira, símbolo de sua carreira.

A FNF (Federação Norte-rio-grandense de Futebol) prepara uma homenagem aos árbitros que jubilaram este ano para a próxima rodada e estuda utilizar o quarteto que está deixando os campos em uma das partidas: Lenilson de Lima, os assistentes Luís Carlos Câmara Bezerra, Ubiratan Bruno Viana e Adeilma Luzia.

O Apitonacional parabeniza a pequena gigante da terra das dunas que com sua competência e simpatia soube cativar um lugar no coração de toda categoria. Parabeniza também Aldeilma Luzia pela brilhante carreira que ao longo desses vinte anos foi desenvolvida sempre em busca da excelência, do respeito ao próximo, do cumprimento do dever e da regra do jogo. Que outras Aldeilmas apareçam na arbitragem Brasileira, tão carente de companheirismo, dedicação e amor a categoria.

 
Processo nele!
 

18/04/2015 - O presidente do Socorrense, Washington Alcino, entrou no gramado do Bastistão - estádio onde foi disputada a partida contra o Estanciano na tarde deste sábado (19) - e lançou várias ofensas contra o árbitro Fábio Roberto Matos Silva dos Santos após sua equipe ser derrotada de virada por 2x1. Segundo o dirigente, ele (árbitro) assaltou o Socorrense e teria que sair algemado do estádio.

Alcino também não poupou criticas à Comissão de Arbitragem da Federação Sergipana de Futebol e ainda mandou recado ao presidente, Carivaldo Souza.

"Coronel Marconi, faça uma reciclagem com esses árbitros porque eles precisam disso. Coronel, tem que ter cuidado com isso. A gente faz um trabalho de três, quatro meses, na maior dificuldade, no maior sacrifício, vem um 'canalha' desse e faz uma besteira dessa. Desculpem-me os ouvintes, mas isso é uma safadeza! Carivaldo, tome conta da Federação e bote o coronel para fora e todos os outros que são incompetentes" - afirmou o presidente do Socorrense, Washinghton Alcino a uma radia que cobria a partida.

 
Indicados pela categoria
 

16/04/2015 - Na ultima segunda-feira, dia 13 de abril, durante Assembleia Geral Extraordinária e Ordinária realizada pelo Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de São Paulo (SAFESP) com seus associados, foi realizada votação entre os participantes para que a entidade indicasse três nomes para concorrerem ao prêmio de melhor árbitro do Paulistão 2015.

Cerca de 90 associados deram seus votos, do apurado, Raphael Claus e Vinicius Furlan receberam 11 votos cada um e Luiz Flávio de Oliveira veio logo em seguida com dez. A lista com os três nomes já foi entregue à comissão de arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF) como os indicados da categoria.

Thiago Duarte Peixoto e Flávio Rodrigues de Souza também foram bem votados, eles receberam oito votos cada um, mas não o suficiente para que fizessem parte da lista tripla. A Federação Paulista de Futebol (FPF) premia todos os anos, os três melhores trios da competição com prêmios de 200, 100 e 50 mil reais respectivamente. Do valor da premiação, menos impostos, 50% fica para o árbitro e 25% para cada assistente. Os vencedores serão conhecidos durante a festa de encerramento do campeonato que será realizada na primeira segunda-feira após a grande final.

 
Os melhores
 

15/04/2015 - A Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF), presidida por Marcos Cabral Marinho de Moura, definiu que os árbitros Luiz Flávio de Oliveira e Raphael Claus (FIFA), além de Vinícius Furlan e Thiago Duarte Peixoto, os quatro melhores do estado no momento, irão participar do sorteio da escala para os dois jogos da semifinal do Paulistão 2015.

Os confrontos serão disputados no próximo domingo (19). As 16 hs jogam Corinthians e Palmeiras no Itaquerão e as 18:30 Santos e São Paulo se enfrentam na Vila Belmiro. O sorteio será realizado na próxima quinta-feira (16), às 15h no salão nobre da FPF.

 

 
Semp Toshiba patrocinara árbitros no Brasileirão
 

14/04/2015 - Segundo informações de bastidores, Marco Polo Del Nero vai assumir a CBF em 16 de abril com uma receita extra. Pelas informações, a Confederação Brasileira de Futebol conseguiu fechar um contrato de patrocínio e vai lucrar e muito com os árbitros do Campeonato Brasileiro.

Foi firmado recentemente acordo com a Semp Toshiba, que vai expor sua marca nas costas dos uniformes dos árbitros – se a FIFA não vetar - durante a competição nacional. O patrocínio que será válido pela atual temporada e pelas próximas duas, vai render cerca de 6 milhões à entidade.

Procurados, a Comissão Nacional de Arbitragem da CBF alega que o assunto é tratado pelo departamento de Marketing da CBF. Já a ANAF – Associação Nacional dos Árbitros de Futebol - diz que não foi informada e se houve, não participou do acordo.

 
Adesão
 

14/04/2015 - A Gol linhas aéreas, passou a integrar o grupo de empresas privadas e estatais que estão trabalhando na redação de um pacto para fiscalizar uso de verbas de patrocínios e exigir transparência de entidades esportivas. Ela se junta a outras empresas como Banco do Brasil, Ambev, Bradesco, McDonald’s, Nestlé, Nissan, P&G, Volkswagen, Correios e TetraPak, entre outros que já integram o grupo.

Elas juntas, investem ao todo, cerca de R$ 600 milhões anualmente no esporte Brasileiro. As novas regras de gestão e transparência no esporte, introduzidas na Lei Pelé, vigoram desde abril e estabelecem normas para a liberação de recursos públicos, como os patrocínios esportivos aos clubes de futebol, ‘fica condicionada ao cumprimento de certas obrigações, como a garantia na prestação de contas das entidades, proibição de reeleição de dirigentes e a participação dos atletas nos cargos diretivos’ – diz trecho das novas regras.

 
Don Juan Paulista
 

10/04/2015 - Um árbitro da primeira divisão do futebol paulista, que se gaba por fazer sucesso com as mulheres, passou por maus bocados e levou um susto danado no final do mês passado quando uma de suas namoradas resolveu lavar a roupa suja e jogar toda a sujeira na internet (facebook). A raivosa namorada, que foi traída - pois segundo ela o 'Don Juan', que dizia para as outras ser solteiro, engatou romance com outras duas mulheres ao mesmo tempo que namorava com ela -, não poupou detalhe sobre o seu relacionamento com o árbitro e a forma como ele agia.

Segundo informado, uma das namoradas do apitador é uma jornalista esportiva, repórter e plantonista de uma famosa rede de televisão que mantêm diariamente programa de esportes comandado por um ex-jogador de futebol. A namorada traída ainda disse que o árbitro usufrui da sua posição ao lado dos homens de preto ajudando escrever todas as matérias que a jornalista leva ao ar, inclusive as que criticam a arbitragem revelando os mínimos detalhes dos colegas que convivem com ele dentro dos gramados.

 
Interferência externa
 

09/04/2015 - A cada dia que passa, temos mais indícios de interferências externas no trabalho e nas decisões tomadas pela arbitragem dentro de campo em várias competições espalhadas pelo país. O lance ocorrido no ultimo domingo em Pernambuco com o árbitro Nielson Nogueira Dias demonstra claramente o que vem ocorrendo.

Um delegado especial da CBF que entrou em contato com o Apitonacional, mas que por razões obvias preferiu o anonimato, mostrou toda sua preocupação com o que ele chamou de interferência perigosa. Segundo o nosso interlocutor, seria humanamente impossível que o quarto árbitro tivesse uma visão melhor do lance do que o árbitro e o assistente da jogada que estavam mais próximos do lance que ele. Além do mais, para ele, a interferência do quarto árbitro no lance poderia ter sido por jogada dentro ou fora da área e não na interpretação da falta tendo em vista que após sua interferência foi mudado erradamente o lance para tiro de meta.

Isso vem ocorrendo com bastante freqüência em outro estado da federação onde a arbitragem é bastante contestada. Se for observado com atenção, no Rio de Janeiro, atrás do assistente dois, sempre fica o assessor de arbitragem pronto para passar ordens ou informações no decorrer do jogo. Isso tem ocorrido após qualquer lance decisivo que não tenha sido observado pelo quarteto. Para comprovar, basta observar o assessor de camisa cinza que fica sempre próximo ao assistente e em deslocamento para não perder contato e estar pronto quando necessário.

 

Árbitro não valida gol legitimo em súmula

 

05/04/2015 - Há duas semanas atrás, dia 04 de março, o Palmeiras estreou na Copa do Brasil com triunfo convincente sobre o Vitória da Conquista por 4 a 1. Para o árbitro Charles Hebert Cavalcante Ferreira, porém, a vitória foi um pouco mais apertada, com um gol a menos, esquecido de ser reportado na súmula disponibilizada pela CBF. No relato do árbitro do duelo, o placar é preenchido corretamente, como 4 a 1, mas, na autoria dos tentos, só aparecem quatro nomes - os de Cristaldo, Allione e Dudu pelo Palmeiras, e o de Tatu pelo Vitória. O gol de Robinho, que fez 3 a 1 para a equipe alviverde no último dia 4, foi esquecido por Charles Hebert.

O meio-campista palmeirense balançou as redes aos 33 minutos do segundo tempo, aproveitando sobra da zaga para colocar a bola longe do alcance do goleiro Viáfara. Àquela altura do jogo, foi o tento que abriu dois gols de diferença para o Palmeiras, suficiente para eliminar a partida de volta na competição. Curiosamente, o resultado conseguido na Copa do Brasil foi a única goleada do Palmeiras até aqui no ano e a única ocasião em que o ataque balançou a rede mais de três vezes - ainda que o árbitro tenha se esquecido.

O alagoano Charles Hebert ficou marcado após validar gol de mão do atacante  Wellington Silva na vitória do Paraná por 1 a 0 sobre o Ceará, no Castelão, em Fortaleza-CE, em jogo válido pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da série B de 2009.

 

 

 
Curso para jovens
 

23/03/2015 - A Comissão de Arbitragem da CBF prepara para o inicio de abril, a realização de mais um curso para árbitros jovens das dez federações que formam a Confederação Sul-americana de Futebol. Pela programação, o curso que será em parceria com a FIFA e CONMEBOL, será realizado no Rio de Janeiro com a participação de um trio de cada federação, exceto a brasileira que devera indicar entre cinco e sete trios.

Os participantes indicados por suas federações, deverão ter no máximo 30 anos e com potencial para seguir carreira internacional.

 

Crise das comissões

 

19/03/2015 - Ele nem pertence ainda ao quadro da CBF, mas a dança do funk (veja) realizada pelo árbitro carioca Diego da Silva Lourenço no sábado de carnaval deste ano durante partida pela Taça das Favelas no Rio de Janeiro, pode deflagrar mais uma grave crise entre as comissões de arbitragem da CBF e da Federação Carioca. Vazou nesta quinta feira (19), a notícia de que Sérgio Corrêa, presidente da comissão nacional de arbitragem, teria feito chegar a COAF/RJ, presidida por Jorge Rabello, de quem é desafeto declarado, que não quer ver nem pintado de ouro o dançarino que fez sucesso no youtube. Para Corrêa, não é postura de um árbitro de primeira divisão carioca e postulante ao quadro nacional.

O recado do chefão da arbitragem brasileira não pegou bem na FERJ e foi visto por Rabello como interferência no seu trabalho. Revoltado e com cara de poucos amigos, incumbiu pessoas próximas para rebater Corrêa, questionar os motivos e apontar fatos bem mais graves do que a dança cometidos por árbitros que pertenceram ou pertencem ao quadro atual da CBF. Segundo um interlocutor, possivelmente a mando de Rabello, o quadro da CBF já comportou a ex assistente peladona da playboy – Ana Paula Oliveira – que atualmente tem cargo na CBF e o árbitro baiano Diego Lopez Pombo que tem dois vídeos dele se masturbando na internet.

 
Marketing do apito
 

08/03/2015 - No inicio da noite deste domingo, 8 de março, jogaram e empataram em 2x2, Náutico Capibaribe e Central de Caruaru em partida disputada na Arena Pernambuco em São Lourenço da Mata. O confronto foi marcado pelas varias homenagens em comemoração ao dia da mulher. Antes do inicio da partida, as mães das arbitras entraram em campo e entregaram flores para suas filhas e mulheres em homenagem a data comemorativa. Destaque para Vera Colombo, mãe da assistente Fernanda Colombo, que mostrou que a beleza das mulheres da família não e exclusividade da assistente.

Usando o que tem de melhor no seu quadro na atualidade, o marketing, o genial Salmo Valentim, presidente da comissão de arbitragem de Pernambuco, fez com que a arbitragem fosse centro das atenções e da mídia mesmo em uma partida ruim tecnicamente e jogada em um estádio espetacular, mas com apenas algumas pessoas como testemunhas.  O dirigente contou com a sorte no sorteio caindo a bolinha do quarteto feminino e com a rapidez na confecção do material usado pelas árbitras, mas pecou na comunicação com os clubes na definição dos uniformes que eles usaram, pois o rosa usado pelas árbitras, na televisão assemelhava muito com o vermelho do Náutico, dando a impressão que a equipe estava com jogadores a mais em campo.

Sem a definição do que realmente importa, se é a qualidade da arbitragem ou o marketing, a atuação do quarteto feminino durante a partida - tudo bem que o quarto árbitro, Wagner Cabral Miranda, era um intruso no mundo feminino e tirando essa particularidade - tudo saiu como planejado. Ou quase! A árbitra Ana Karina Marques Valentim, teve uma atuação discreta, apesar de não acompanhar a velocidade de algumas jogadas, o que é compreensível e exagerar nas marcações de faltas - não podia relar que apitava - agiu corretamente e com o mesmo critério na aplicação dos cinco cartões amarelos. Já a badalada assistente Fernanda Colombo, centro das atenções no país inteiro pela beleza, conseguiu errar um arremesso lateral marcado em favor do Central quando a árbitra acertadamente apontou para o Náutico. Já a assistente Karla Santana, marcou uma falta inexistente no inicio da partida, mas após a adrenalina baixar, atuou com tranqüilidade e com acerto nos demais lances da partida.

 
Taxas atrasadas
 

03/03/2015 - No final de 2014 houve conturbadas eleições para a presidência da Federação Paraibana de Futebol (FPF). O ex-vereador de João Pessoa, Amadeu Rodrigues, venceu a disputa com apoio da ex-presidente Rosilene Gomes e prometeu que se dedicaria muito para melhorar as coisas no futebol paraibano. Mas a paz demorou pouco, pois como diz o provérbio Português: “Em casa onde falta o pão, todos brigam e ninguém tem razão”.

Segundo informações vindas daquele estado, a paciência com a excessiva 'dedicação' e morosidade de Amadeu Rodrigues está acabando por parte da arbitragem, pois estaria faltando grana na caixa da FPF para honrar os compromissos assumidos com com os homens de preto. Os árbitros que atuam no campeonato paraibano estão em pé de guerra e o motivo mexe com todos, eles não teriam recebido ainda as taxas das ultimas quatro rodadas. Também não teriam sido pago as diárias e as passagens de deslocamentos para os jogos destas rodadas.

Procurados, José Renato e Genildo Januário, presidentes respectivamente da comissão de arbitragem e do sindicato dos árbitros, não retornaram nosso contato.

 
Pressão capixaba
 

03/03/2015 - Ontem, 02 de março, foi realizada cerimônia de entrega dos escudos da CBF para árbitros e assistentes da relação nacional do Espírito Santo (RENAF) para a temporada 2015. A entrega ocorreu na sala de julgamentos do TJD/ES que fica no prédio da Federação Capixaba. O evento contou com a presença de Marcus Vicente, atual presidente, Gustavo Vieira, presidente eleito e Túlio Thiébaut, presidente da comissão estadual de arbitragem. Quem não esteve presente foi Marcos André da Penha, principal árbitro do estado após a saída de seu principal rival, Pablo dos Santos Alves, contratado no final do ano passado pela Federação Paraibana de Futebol.

Segundo informações, durante a cerimônia, o presidente da FES, Marcus Vicente, teria dito que vai ajudar os árbitros capixaba nas escalas a nível nacional: "Como vice-presidente da CBF fica mais fácil pressionar os homens da comissão nacional de arbitragem". Marcus Vicente foi eleito em abril do ano passado como um dos cinco vices-presidentes regionais da CBF, cargo que assume a partir de abril deste ano.

Há mais de vinte anos comandando o decadente futebol capixaba (1994/2015), o dirigente finalmente deixará a federação em abril deste ano para atuar em âmbito nacional. Advogado, 60 anos (28/04/1954), Marcus Vicente foi vereador e prefeito por duas vezes de Ibiraçu/ES, sua cidade natal. Também foi Secretário de Turismo do Governo Estadual e esta em seu quarto mandato como Deputado Federal.

 

 

 
Deixou a ANAF
 

02/03/2015 - O ex-árbitro Giulliano Bozzano, deixou no final de fevereiro o cargo de assessor jurídico da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF). A saída de Bozzano já era esperada desde o final de outubro do ano passado quando aceitou convite para assumir a Presidência da Comissão de Arbitragem de Minas Gerais.

Segundo informações de bastidores, dirigentes da ANAF e de sindicatos ligados à entidade, estavam descontentes, pois para eles, o cargo do ex-árbitro na ANAF e a nova função que ele passou a exercer na FMF eram incompatíveis e a saída era questão de tempo. O pedido teria partido por parte de Bozzano que alegou os compromissos com a arbitragem mineira para deixar a entidade.

Em nota, a ANAF agradeceu Giulliano Bozzano pelos relevantes serviços prestados em prol da arbitragem Brasileira e informou que o mesmo continuará fazendo parte da entidade em assessoria a ser criada na próxima assembleia de trabalho que será realizada no mês de março em Porto Alegre/RS.

Wagner dos Santos Rosa, árbitro carioca jubilado no final de 2014, que já era assessor da presidência, passa a ser agora também o responsável pelo departamento jurídico da ANAF, que consiste basicamente em defender os árbitros do quadro CBF nos processos contra eles no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Mas Rosa, mesmo com formação acadêmica em direito, não exercerá a função nos tribunais tendo em vista que é impedido por lei por ser funcionário publico (Policial Civil). Segundo o presidente da ANAF, Marco Antônio Martins, será contrato um advogado para cuidar da parte jurídica da entidade.

 
Nada muda
 

28/02/2015 - Tudo continuará da forma que esta nas regras do futebol, pelos menos nos próximos 12 meses. No encontro anual da International Board, órgão responsável por regular o esporte, neste sábado (28) em Belfast, na Irlanda do Norte, duas possíveis alterações foram rejeitadas: a quarta substituição em partidas com prorrogação e o uso de vídeo em partidas para auxiliar os árbitros.

Para Jérôme Valcke da FIFA, o uso do vídeo seria a maior decisão que a International Board tomaria em todos os tempos. Já a quarta substituição foi rejeitada de imediato - a International Board mantém a visão de que três substituições são adequadas. As duas propostas, porém, ainda podem ser aprovadas, após um período maior de análise.

A única alteração aceita pelo órgão foi o fim da chamada “punição tripla”. Agora, um jogador que seja expulso por cartão vermelho direto ao evitar uma chance de gol do adversário, concedendo pênalti, não será mais suspenso para a próxima partida. A medida passa a valer a partir do dia 1º de julho.

 

Voltando

 

26/02/2015 - Renan Roberto de Souza, 28 anos, foi considerado o melhor árbitro do futebol paraibano na temporada 2014. Ele também é o único árbitro local do quadro atual a ter apitado um jogo da Série A, Goiás 1X0 Criciúma na 2ª rodada do campeonato brasileiro de 2014. Renan também foi destaque na arbitragem nacional na temporada passada ao apitar além da série A, seis partidas da Copa do Brasil, seis da série B e uma da série D. Nesta temporada, Renan já participou do Campeonato Paraibano, foi o árbitro da partida entre CSP e Santa Cruz de Santa Rita.

Fora da arbitragem é Policial Militar, nasceu em João Pessoa/PB, formado em educação física e faz parte da equipe de preparadores da Polícia Militar da Paraíba, trabalhando no Centro de Ensinos da PM. No dia 20 de janeiro deste ano, ao realizar treinamentos pela PM, acabou sendo atingindo pela munição da sua própria arma, que disparou sozinha. No dia seguinte passou por um procedimento cirúrgico para retirar a munição da região da coxa e desde então vinha recuperando a saúde e aprimorando o condicionado fisicamente para retornar aos gramados.

Trinta e cinco dias após o acidente veio à recompensa e em dose dupla, Renan realizou simulado do teste FIFA na pista da UFPB, executando com sucesso os 24 tiros de 150m. Ele também já volta aos gramados neste final de semana, apita no sábado (28) CSP x Lucena pelo Campeonato Paraibano.

 
Saída forçada
 

25/02/2015 - O Presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Alagoas – SINDAFAL – Charles Hebert Cavalcante Ferreira, árbitro CBF desde 2007 que ficou nacionalmente conhecido ao validar gol de mão do atacante Wellington Silva do Paraná Clube em partida do campeonato brasileiro da série B de 2009, tem até o próximo mês de julho para convocar eleições para nova diretoria do sindicato. Na entidade desde 2006 quando foi vice-presidente da gestão Flávio Feijó de Omena, Charles se elegeu presidente em 2008 e foi reeleito para os mandatos de 2010 e 2012. Este ultimo com mandato até dezembro de 2015.

O continuísmo e algumas decisões equivocadas como a suposta venda de uniformes doados pela Federação para serem distribuídos entre os árbitros amadores e a mudança do estatuto da entidade em beneficio próprio, levou um grupo de cerca de 30 árbitros convocarem assembleia para explicações com possibilidade de destituição do presidente.

Supostamente ilegal na presidência segundo o estatuto que foi alterado na calada da noite que previa o fim do mandato para o dia 31/12/2014 e sob pressão de todos os lados, Charles teria aceito acordo que contou com a intermediação da Federação Alagoana de Futebol onde se comprometeu a antecipar o fim do mandato para meio deste ano, convocar eleições para nova diretoria, não registrar nenhuma chapa e nem indicar qualquer membro da atual gestão para concorrer à reeleição que deverá ter chapa única com os candidatos sendo todos eles indicados pelo grupo de oposição.

 
Geração perdida
 

21/02/2015 - Nos comentários de bastidores antes do Campeonato Carioca começar, muitos já apostavam que haveria lambanças da arbitragem em alguns jogos. Culpa da pouquíssima experiência dos árbitros que são promovidos muito rapidamente e ao chegarem no "topo" perdem a humildade e acham que já sabem tudo. Basta ver a maneira soberba com que entram em campo, sem dizer que na maioria das vezes humilham e desdenham de quem está num patamar mais abaixo, apitando as partidas preliminares.

Jorge Rabello, Presidente da Comissão de Arbitragem da FERJ, sem referência, esqueceu a renovação e deu sobrevida apostando todas as suas fichas no Índio (Luis Antonio Silva Santos) e se deu mal. A arbitragem do Rio está perdida e sem rumo, com a saída de Marcelo Henrique, único que realmente fazia boas arbitragens, salvam-se apenas uns três árbitros e no máximo quatro assistentes.

A sensação que fica é que a CA-FERJ jogou uma geração de ótimos e experientes árbitros no lixo como Aleksandro Ismael, Rinaldi, Dimba, Gildo, Elton, Salvino, Leandro Oliveira e tantos outros com a desculpa de renovar. Lamentável, pra não dizer outra coisa!

 

 

 
 
Perseguição
 

21/02/2015 - O presidente da FERJ, Rubens Lopes, elogiou o nível da arbitragem carioca. Em entrevista ao Jornal Extra, sem pestanejar, o executivo afirmou que a mesma foi o ponto alto do último estadual.

Ao ser questionado sobre as reclamações dos vascaínos, que perderam o título do campeonato do ano passado por causa de erros da arbitragem no ultimo lance da partida final, ele afirmou que os vascaínos têm delírio persecutório*. Lopes disse ainda que a arbitragem do Rio de Janeiro é a mais preparada do país e que a questão é que os métodos de diagnóstico são sensíveis e não podem ser usados em benefício do acerto, mas apenas no diagnóstico do erro. Por fim ele disse ser a favor da tecnologia.

Nos dois jogos da final do campeonato, o Vasco foi notadamente prejudicado por erros de arbitragem e a suposta perseguição teria justificativas. O dirigente revelou ainda que está em seu último mandato na Federação, pois já fez muito pelo futebol do estado.

* Que tem o caráter de perseguição.

 
Primeira escala, primeiro protesto!
 

20/02/2015 - O árbitro Eduardo Cordeiro Guimarães trocou a federação carioca pela catarinense em busca de melhores oportunidades na carreira, especialmente a nível nacional onde não conseguiu sucesso ao não passar de um simples quarto árbitro (levantador de placas de substituições. Apostando na influencia do presidente da federação catarinense de futebol e vice da CBF, Delfim Peixoto, para deslanchar na carreira, mudou de mala e cuia não só para SC, mas precisamente para Camboriu, curiosamente mesmo local da sede da FCF e da residência de Peixoto. Mas pelo que parece, com a bola rolando, sua recepção não foi bem a que ele esperava.

Metropolitano e Marcílio Dias empataram em 1 a 1 na abertura do Campeonato Catarinense em um jogo morno e com poucas chances de gol. Porém, a diretoria do time de Blumenau (Metropolitano) elegeu um culpado pelo fraco desempenho da equipe: o árbitro Eduardo Cordeiro Guimarães. Poucas horas depois da partida, o site oficial do clube publicou uma nota de repúdio, onde classifica a má atuação de Guimarães como "peça influente no resultado final". Segundo a nota, o resultado poderia ter sido melhor, só não ocorrendo devido a atuação abaixo das expectativas do trio de arbitragem (Eduardo Cordeiro Guimarães, Rosnei Hoffmann Scherer e Alex dos Santos), que na visão do clube, prejudicou o desenrolar da partida.

Coincidentemente, depois do repudio, Guimarães só voltou na 4ª rodada e justamente no campo de uma das equipes da primeira rodada, o Marcílio Dias, que desta vez venceu o Ibirama por 1x0.

 
Dupla de peso
 

19/02/2015 - Por causa da declaração dada ao Sportv pelo meia Paulo Henrique Ganso – que o árbitro teria roubado o São Paulo após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians pela Copa Libertadores – o árbitro da partida, Ricardo Marques Ribeiro, anunciou que vai processar o meia do tricolor. A acusação de roubo indignou o árbitro mineiro, que vai fazer contato com o departamento jurídico da Associação Nacional de Árbitros de Futebol (ANAF) para conduzir o processo.

Segundo informações do árbitro, o caso será entregue ao jurídico da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol para analisar o caso. Acontece que o departamento jurídico da ANAF é comandado pelo advogado Giulliano Bozanno, que acumula o cargo com o de presidente da comissão de arbitragem de Minas Gerais desde outubro do ano passado quando passou a ser chefe direto de Ricardo no apito mineiro.

Caso o caminho escolhido seja a justiça desportiva, além do doutor Giulliano Bozanno, Ricardo Marques poderá contar ainda com a ajuda de Paulo Bracks, diretor executivo da Federação Mineira de Futebol e auditor do STJD. Bracks foi o principal responsável pela ida de Bozanno para o comando da arbitragem mineira. Resta saber se Giulliano aceitara a missão e que postura adotara o maior dirigente da arbitragem mineira quando outro subordinado do departamento que dirige sofrer qualquer tipo de acusação passível de ação jurídica.

 
Afastado
 

16/02/2015 - A má atuação do árbitro Marcelo Prieto Alfieri na vitória do Corinthians sobre o Botafogo-SP, por 2 a 1, no último sábado (14), não passou impune. A Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu afastar o apitador por tempo indeterminado após as críticas da imprensa e das duas equipes da partida disputada na Arena Itaquerão.

A informação foi divulgada hoje pela manha (16) e de acordo com Marcos Cabral Marinho, presidente da comissão de arbitragem da FPF, Alfieri que foi muito mal na partida, teve erros cruciais, principalmente no primeiro pênalti assinalado no confronto. Marinho disse ainda que Alfieri está passando por uma má fase técnica, que será avaliado em outras competições e dependendo dessa avaliação poderá até retornar à Série A1. Possibilidade difícil de acontecer se for levado em consideração o histórico do árbitro.

 

Clubes pagam milhões de taxa às federações

 

16/02/2015 - Os oito maiores clubes dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo pagaram, juntos, um total de R$ 6,5 milhões às federações estaduais em jogos do Campeonato Brasileiro 2014. No torneio, os clubes mandantes destinam 5% da arrecadação com a partida à entidade estadual. Os paulistas destinaram R$ 3,5 milhões, tendo o Corinthians como o maior pagador com R$ 1,7 milhão. Já entre os cariocas, que somaram R$ 3 milhões, Flamengo e Botafogo repassaram R$ 1,1 milhão cada à federação do Rio de Janeiro.

Segundo a Federação Paulista de Futebol (FPF), a taxa sobre a arrecadação dos jogos repassada pelos clubes é uma norma estabelecida pela CBF e é destinada para os diversos trabalhos que a entidade realiza em prol dos times paulistas, entre eles o realizado na Escola de Arbitragem. Já a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) não respondeu sobre o destino da verba obtida dos clubes.

 
Se qualificando
 

07/02/2015 - Há pouco menos de quatro anos para a realização da 21ª Copa do Mundo que será disputada na Rússia é dado como certo pela cúpula da arbitragem mundial à indicação do árbitro Sandro Meira Ricci como representante da arbitragem brasileira. Mais um árbitro de Minas Gerais trabalha em silencio, ou comendo 'pelas beiradas' como dizem os mineiros, para mudar essa quase certeza. Ricardo Marques Ribeiro, disparado o melhor árbitro do país na atualidade.

Ricardo sabe que seu principal concorrente leva vantagem por ter participado da ultima Copa disputada em nosso país. Sabe também que Ricci tem como principal característica a atuação nos bastidores que levou a superar nomes de peso como Wilson Seneme, Paulo César Oliveira, Leandro Vuaden e Heber Lopes, superiores tecnicamente, mas vencidos nos gabinetes e não dentro de campo como se deveria.

A FIFA seleciona seus árbitros para a maior competição do planeta nos torneios menores que realiza ao redor do mundo onde os indicados são rigorosamente observados tanto no comportamento dentro de campo como fora dele. Ao mineiro resta provar com sua boa índole fora de campo e com atuações seguras dentro dele que merece ser observado e incluído no processo seletivo para 2018. Ricardo terá uma chance de ouro neste sábado (07) quando apita a final do Campeonato Sul-americano Sub-20 entre Uruguai e Argentina. A partida será disputada às 22hs no estádio Centenário, em Montevidéu.

 

 
 
Divergências
 

05/02/2015 - Membro da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF entre os anos de 2006 e 2012, o ex-árbitro aspirante FIFA Luiz Carlos Cunha Martins, agora também é ex-membro da CEAF gaúcha. Cunha Martins deixa o cargo que ocupava há quase uma década.

A Federação Gaúcha de Futebol reuniu os membros da comissão (Luiz Fernando Gomes Moreira, Leonel Pandolfo, Alexandre Barreto e José Mocelin) para juntamente com Francisco Novelletto Neto, Presidente da FGF, homenagear o ex árbitro  que teria deixado o cargo por vontade própria, mas apuramos que os motivos foram bem diferentes. Segundo uma fonte nos informou, a saída do dirigente foi por este divergir dos métodos de trabalho empregados por Luiz Fernando, chefe do apito gaúcho.

O Presidente Novelletto não perdeu tempo, aproveitou o momento para anunciar que Flávio Pinheiro de Abreu, assume no lugar de Cunha Martins. Vale frisar que Flávio Abreu esta retornando ao cargo, pois já foi membro técnico da CEAF/RS em outra gestão. Abreu também foi presidente do sindicato dos árbitros daquele estado (Safergs) e da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (ANAF).

 
Baixa no apito gaúcho
 

04/02/2015 - O Arbitro Fabrício Neves Corrêa, 40 anos (08/05/1974), não foi aprovado nos testes físicos realizados pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF) no dia 28 de janeiro deste ano no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), na Capital gaúcha. Segundo informações vindas daquele estado, Fabrício sentiu uma lesão durante os tiros de 150 metros.

Trinta e um árbitros participaram dos testes, destes, quatro foram reprovados. As outras baixas foram Rogério Gonçalves, Marcos Magalhães e Leandro Alflen. Os quatro estão fora dos jogos da primeira fase do Gauchão e deverão realizar outro teste físico dentro de 30 dias para se, aprovados, voltarem a atuar nos jogos do mata-mata da competição.

 
Feed Back obrigatório
 

03/02/2015 - A Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, presidida pelo polêmico Jorge Rabello, publicou comunicado na ultima segunda-feira (02) no site da FERJ onde convoca árbitros e assistentes da Série “A” de profissionais daquele estado para estarem todas as terças e sextas-feiras, às 19 horas, no auditório da Federação para reunião com os técnicos de arbitragem, os chamados feed back pós-partida.

Segundo a convocação, quem estiver escalado no final de semana, terá que participar da reunião da terça e quem estiver escalado no meio de semana, terá que participar das reuniões das sextas. Detalhe: segundo o comunicado, a presença é obrigatória e assinada pelo presidente Jorge Rabello.

Vale frisar que nessas condições, caso alguém faça denuncia ao Ministério Publico do Trabalho (MPT), a FERJ provavelmente será obrigada a pagar diárias, transportes entre outros benefícios ao trabalhador que esta sendo obrigado a comparecer as reuniões. Também não terá como alegar ao MPT que a presença não é obrigatória.

 
Enfermo
 

20/01/2015 - O ex-assistente paulista do quadro da FPF e CBF nas décadas de 80 e 90, Epitácio Pinheiro Rodrigues, vem travando uma luta pela sobrevivência. Epitácio esta internado há pelo menos 30 dias no hospital Salva Luz no bairro da Mooca em São Paulo. Informações dão conta que seu estado de saúde foi agravado devido a problemas nas pâncreas.

Segundo especialistas, o pâncreas, glândula de aproximadamente 15 cm de extensão do sistema digestivo que se localiza atrás do estômago, é um órgão indispensável no organismo. É o responsável por produzir enzimas como a insulina e o glucagon, imprescindíveis para a digestão. Maus hábitos alimentares e bebidas em excesso pode causar alteração no órgão e provocar efeitos muito grave a saúde.

 
Passo atrás
 

15/01/2015 - O árbitro carioca Grazianni Maciel Rocha, 32 anos, pode ter dado um passo atrás na sua carreira a nível nacional. Segundo informações vindas do Rio de Janeiro, no final do ano passado, escalado em São Paulo na partida entre Portuguesa e Ceará pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Grazianni teria apresentado recibos das despesas com táxi entre outros com valores bem acima da média na prestação de contas apresentada ao clube mandante. Informada, a CA-CBF teria investigado o caso.

Acostumado a fazer a ponte aérea Rio de Janeiro-São Paulo nas partidas da série A, só no ano passado foram três, Grazianni teria ficado irritado por ter que fazer o percurso ida e volta via terrestre. Ao demonstrar o descontentamento, teria sido supostamente aconselhado por um membro da comissão de arbitragem do Rio de Janeiro para apresentar recibos com valores majorados e assim poder voltar via aérea. Ocorre que a CA-CBF tem os valores médios cobrado pelos taxistas no percurso até o estádio da Lusa que fica ao lado do terminal rodoviário do Tietê, ponto final dos ônibus provenientes da cidade maravilhosa.

Supostamente pego na manobra nada aceitável para um árbitro de futebol, cidadão que deve ser idôneo segundo o regulamento da profissão, Grazianni teria se comprometido ainda mais ao tentar negar o fato e por sempre mudar a versão nos contatos com a CA-CBF e com a corregedoria da casa. No final das investigações, teria sido punido com 60 dias fora das escalas. Procurados, tanto Grazianni Rocha como a corregedoria de arbitragem da CBF não se pronunciaram sobre o assunto.

 

 


Fechar

Publicidade

Copyright © 2009 -2015     www.apitonacional.com.br ® Todos os direitos reservados

Publicidade